Covid-19: Contacto com infetado encerra escola no Porto

  • Lusa
  • 4 Março 2020

Confirmando que um membro da escola está infetado, apesar de não revelar de quem se trata por uma questão de privacidade, o presidente do IPP reforçou que a escola não vai encerrar.

A Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo, no Porto, vai suspender as aulas por “ter poucas dezenas” de pessoas em isolamento social, depois de contactarem com o quinto infetado com coronavírus em Portugal, disse à Lusa um responsável.

“Vamos suspender a atividade letiva a partir de quinta-feira porque o número de pessoas que temos em isolamento social não nos permite continuar a manter a escola a funcionar. Não estão infetadas, atenção, estão apenas em isolamento social”, adiantou o presidente do Instituto Politécnico do Porto (IPP), João Rocha, onde está integrada esta escola.

Confirmando que um membro da escola está infetado, apesar de não revelar de quem se trata por uma questão de privacidade, João Rocha reforçou que a escola não vai encerrar, mas apenas suspender a sua atividade. “A escola estará aberta, não haverá é aulas”, vincou.

O presidente do IPP adiantou ainda que as “poucas dezenas” de pessoas que estão em isolamento social por terem estado em contacto com o quinto caso confirmado no país são professores, alunos e funcionários.

Dizendo que a interrupção das aulas causa “naturalmente” transtornos, João Rocha assumiu não saber quando poderá retomar a atividade normal, tendo em conta que o isolamento social é de 14 dias.

O responsável referiu que, a partir de agora, a instituição vai avaliar diariamente se tem ou não condições para retomar a atividade normal. Em Portugal, a Direção-Geral da Saúde (DGS) confirmou cinco casos de infeção, dos quais quatro no Porto e um em Lisboa.

A Organização Mundial de Saúde declarou o surto de Covid-19 como uma emergência de saúde pública internacional e aumentou o risco para “muito elevado”.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Covid-19: Contacto com infetado encerra escola no Porto

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião