Aramco aumenta produção diária de petróleo em 25,5% a 1 de abril

  • Lusa
  • 10 Março 2020

A petrolífera saudita Aramco anunciou aos mercados um aumento de 25,5% na produção de petróleo para 12,3 milhões de barris por dia a partir de abril.

A petrolífera saudita Aramco anunciou que vai aumentar em 25,5% a produção para 12,3 milhões de barris de petróleo por dia a partir de 1 de abril, contra os 9,8 milhões de barris atualmente.

Num comunicado enviado à bolsa da Arábia Saudita, a Aramco, maior exportadora de petróleo do mundo, indica também que “a companhia espera que esta decisão tenha um efeito financeiro positivo a longo prazo”.

Riade já reduziu o preço do petróleo saudita a partir de 1 de abril, em resposta ao fracasso das negociações entre a Organização de Países Exportadores de Petróleo (OPEP) e a Rússia para concluir um acordo sobre reduções adicionais da produção e e estímulo dos preços devido à epidemia do novo coronavírus.

A decisão saudita, que fez cair os preços do petróleo, provocou na segunda-feira o pânico nos mercados financeiros em todo o mundo.

A Arábia Saudita afirma que tem capacidade de produção de 12 milhões de barris por dia, mas é difícil perceber se este ritmo será viável a longo prazo.

Riade também tem dezenas de milhões de barris armazenados nas reservas estratégicas reservadas para serem utilizadas em caso de necessidade, que podem servir para fornecer os barris adicionais.

As ações da gigante petrolífera Aramco, que domina o mercado saudita de Tadawul, valorizaram-se 5,5% esta terça-feira, depois de várias sessões a cair.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Aramco aumenta produção diária de petróleo em 25,5% a 1 de abril

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião