CGTP mostra “grandes preocupações” quanto a proposta de “lay-off” do Governo

  • Lusa
  • 10 Março 2020

Para a líder da CGTP, "os trabalhadores vão ficar com dois terços do seu salário nesta situação e isto não é aceitável".

A secretária-geral da CGTP, Isabel Camarinha, expressou esta terça-feira “grandes preocupações” quanto ao regime de ‘lay-off’ anunciado segunda-feira pelo Governo e defendeu que terá de haver “fiscalização” para apurar a necessidade de recorrer àquele regime.

“O que nós colocamos como grande preocupação ontem, e já tomamos posição junto da ministra do Trabalho, é que isso não vai garantir a preservação dos rendimentos dos trabalhadores, porque os trabalhadores vão ficar com dois terços do seu salário nesta situação e isto não é aceitável por parte da CGTP”, vincou. Em declarações aos jornalistas, defendeu que terá de existir “um acompanhamento muito grande de fiscalização da necessidade de haver ou não ‘lay-off'”.

O executivo anunciou segunda-feira um regime de ‘lay-off’ simplificado para as empresas que vejam a sua atividade “severamente afetada devido à epidemia” de Covid-19, por via do qual os trabalhadores terão a garantia de retribuições ilíquidas equivalentes a dois terços do salário até 1.905 euros, 30% suportado pelo empregador e 70% pela Segurança Social até um máximo de seis meses.

Para Isabel Camarinha, face aos avanços do novo coronavírus, as empresas têm que ser apoiadas mas é necessário garantir que esse apoio “não vai só para o lado das empresas mas que vai para o lado dos trabalhadores também”.

Quanto ao encontro com os comunistas, Isabel Camarinha revelou ter encontrado “uma grande disponibilidade” por parte do PCP, que acompanha a unidade sindical na “análise relativamente à situação que se vive no país, a necessidade de desenvolvimento do país, de aumento da produção nacional” bem como no aumento geral dos salários como forma de desenvolver a economia.

Ficamos muito satisfeitos com o PCP nos demonstrar aqui que está disponível no plano político, para colocar aqui estas grandes prioridades e no plano institucional, poder apresentar também estas grandes questões para aprovação”, considerou.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

CGTP mostra “grandes preocupações” quanto a proposta de “lay-off” do Governo

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião