Com o surto do novo coronavírus, mais ricos estão a procurar bunkers

Os mais ricos procuram formas de se isolarem durante o surto do novo coronavírus. Procuram jatos privados, mas agora também apostam nos bunkers.

Numa altura em que o surto do novo coronavírus, já declarado pandemia, tem levado a quarentena de várias pessoas pelo globo, os mais ricos procuram formas de se isolarem. Os bunkers apresentam-se como uma opção, localizados em países que não estão a ser muito afetados pelo Covid-19.

Muitos a partir de jatos privados, vão para as casas de férias ou para bunkers subterrâneos, e levam consigo no voo médicos ou enfermeiros pessoais, para o caso de serem infetados, noticia o The Guardian (acesso livre, conteúdo em inglês). Outros recorrem também a médicos de clínicas privadas para serem testados para o novo coronavírus.

Aqueles que não conseguem fazer testes acabam por optar por infusões intravenosas de vitaminas e minerais, para reforçar o sistema imunitário. Mas os que estão mais preocupados e têm mais meios podem mesmo escolher bunkers desenhados para sobrevivência em desastres.

O Vivos Group, uma empresa da Califórnia que constrói abrigos subterrâneos planeados para suportar uma série de desastres naturais e catástrofes, diz que viu um aumento nos pedidos de informação e nas vendas desde que o surto começou. A empresa converteu espaços como um bunker da guerra fria no Indiana ou armazéns de armas da Segunda Guerra Mundial na Dakota do Sul.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Com o surto do novo coronavírus, mais ricos estão a procurar bunkers

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião