Ferrari suspende produção de automóveis em Itália até 27 de março

  • Lusa
  • 15 Março 2020

Marca italiana decidiu suspender a produção de automóveis durante as próximas duas semanas. Medida visa proteger trabalhadores face à ameaça do surto do coronavírus em Itália.

A Ferrari decidiu suspender até 27 de março a produção dos seus automóveis nas fábricas de Itália para proteger os seus trabalhadores do risco de contágio do vírus da Covid-19.

Segundo um comunicado da Fórmula 1, citado pela agência espanhola Efe, a marca italiana suspende a produção de automóveis destinados à prática desta prova desportiva, mas também das viaturas comerciais.

A nota refere que a Ferrari já tinha tomado medidas para prevenir o risco de contágio e que as suas fábricas continuaram a laborar nas cidades italianas de Módena de Maranello, na região de Emilia Romanha (norte) sem qualquer registo de trabalhadores infetados.

No entanto, a marca italiana ressalva que a atual situação já não permite que as fábricas continuem em funcionamento. “Toda a produção que não implique trabalho de fabrico continuará a ser feita pelos trabalhadores, que podem trabalhar a partir das suas casas”, acrescenta o comunicado.

O novo coronavírus já matou mais 5.700 pessoas em todo o mundo desde o seu surgimento em dezembro e já foram registados mais de 154.000 casos de infeção em pelo menos 139 países e territórios.

Em Itália há o registo de 1.441 mortos e mais de 21.000 pessoas infetadas.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Ferrari suspende produção de automóveis em Itália até 27 de março

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião