Abanca já integrou os 131 mil clientes da ex-Caixa Espanha

Galegos fecharam em outubro a compra do Banco Caixa Geral por 384 milhões de euros. Agora concluíram integração tecnológica, legal e operacional do antigo banco da CGD em Espanha.

O Abanca anunciou esta segunda-feira a integração total do banco Caixa Geral. O banco galego, que está neste momento a analisar a aquisição do EuroBic em Portugal, pagou em outubro 384 milhões de euros para ficar com a ex-filial da Caixa Geral de Depósitos (CGD) em Espanha.

Em comunicado, o banco de Juan Carlos Escotet diz ter concluído agora, “com sucesso, a fusão tecnológica, de marca, e legal do Banco Caixa Geral, que já opera sob a plataforma e marca Abanca”. “A integração dos sistemas informáticos foi desenvolvida segundo o calendário previsto e sem nenhuma incidência no serviço aos clientes”, adianta.

Deste modo, prossegue o banco galego, “os mais de 131.000 novos clientes podem aceder, a partir de hoje, a todos os produtos e serviços do Abanca e às últimas inovações financeiras“.

Em Portugal, depois da aquisição da rede de retalho do Deutsche Bank, o Abanca está agora a negociar a compra do EuroBic, de Isabel dos Santos, num negócio avaliado em cerca de 240 milhões de euros. Está em curso, neste momento, uma due diligence para analisar a situação financeira do banco liderado por Teixeira dos Santos.

No espaço de dois anos, o Abanca fará três aquisições.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Abanca já integrou os 131 mil clientes da ex-Caixa Espanha

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião