Covid-19: Bicicletas partilhadas deixam de rolar por Lisboa. Câmara põe rede GIRA fora de circulação

No início da semana, a CML garantiu que "a adoção de medidas de desinfeção das bicicletas do sistema partilhado GIRA" permitiria manter o sistema em funcionamento.

A Câmara Municipal de Lisboa anunciou que a operação da Rede de Bicicletas Partilhadas de Lisboa – GIRA está “provisoriamente suspensa”. Os motivos para esta decisão são dois: a declaração de Estado de Emergência pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, na quarta-feira, e também “tendo em conta a quebra de utilização verificada“.

Quanto aos passes GIRA ativos, a autarquia diz que será dada a prorrogação da vigência dos mesmos, “pelo período equivalente ao que durar esta suspensão”.

Esta decisão anula o que a Câmara Municipal de Lisboa tinha afirmado no início desta semana, quando garantiu que “a adoção de medidas de desinfeção das bicicletas do sistema partilhado GIRA” permitiria manter o sistema em funcionamento, “recomendando-se o estrito cumprimento das regras de higiene individual”.

No início desta semana, a EMEL, empresa municipal de estacionamento de Lisboa, tinha já a anunciado que vai deixar de cobrar parquímetros durante a semana e todo o dia durante os fins de semana e feriados até ao próximo dia 9 de abril. Além da suspensão do pagamento de estacionamento na via pública, a empresa decidiu também pelo estacionamento gratuito para residentes em parques da EMEL. Suspenso está também o bloqueamento de veículos, “mas será reforçada a fiscalização e remoção de veículos em infração”.

“Considerando que: uma maior imobilização dos cidadãos na cidade de Lisboa, conduz a um maior número de veículos estacionados, que em condições normais sairiam do local de residência, junto a casa dos residentes, e que muitos destes veículos de residentes não terão dístico; se regista uma quebra de procura o transporte público, não existindo, portanto, pressões significativas de estacionamento na envolvente do transporte público pesado em zonas residenciais […] A Câmara Municipal de Lisboa toma as seguintes medidas: suspensão do pagamento na via pública; estacionamento gratuito nos parques da EMEL dos veículos com dístico de residente válido; alargamento de todas as avenças noturnas de residente existentes nas concessões Empark para avenças 24h, ou seja, passa a ser possível ao titular dessa avença o estacionamento 24h sem custo acrescido”, explicou a autarquia em comunicado.

Nas ruas, as equipas de fiscalização da EMEL e a divisão de trânsito da Polícia Municipal continuarão, no entanto, a assegurar a fiscalização do estacionamento da cidade. “Os meios serão reforçados e alocados na manutenção de canais de circulação livres, incluindo veículos que limitem a circulação de outros veículos, em particular de emergência, acessos a propriedades incluindo garagens, ou qualquer infração que ponha em causa a segurança ou a livre circulação de pessoas e veículos”, acrescenta ainda o mesmo comunicado.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Covid-19: Bicicletas partilhadas deixam de rolar por Lisboa. Câmara põe rede GIRA fora de circulação

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião