Com o vírus, preço da carne dispara. Peixe está mais barato

  • ECO
  • 24 Março 2020

Preço do frango e da carne de vaca disparou 30% numa semana, com a menor oferta. Peixe está mais barato.

Portugal viveu uma corrida aos supermercados, que deixou muitas prateleiras vazias. Depois das despensas cheias para enfrentar o isolamento devido à pandemia, a afluência moderou, estando as superfícies comerciais abastecidas dos mais variados produtos, desde mercearia até à carne. Contudo, os preços estão mais altos, tanto no caso do frango como da carne de vaca, diz o Jornal de Notícias.

Peitos de frango, que custavam 4,99 euros o quilo no início do mês, estão a ser vendidos, agora, a 6,49 euros, um aumento de 30%, sendo que o mesmo aumento verifica-se no caso da carne de vaca. E mesmo a carne de porco está 20% mais cara, diz o jornal, justificando a subida dos valores com a origem destes produtos: Espanha, país que está já praticamente parado por causa do vírus.

Marianela Lourenço, secretária-geral da Associação de Comerciantes de Carne, recusa falar em especulação, antes na menor oferta num contexto de procura elevada. Nessa mesma base, mas tendo em conta o encerramento de mercados, lotas e restaurantes, o preço do peixe está a cair.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Com o vírus, preço da carne dispara. Peixe está mais barato

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião