“Nacionalizar a TAP seria dar um passo atrás”, diz Humberto Pedrosa

  • ECO
  • 3 Abril 2020

Humberto Pedrosa considera que nacionalizar a TAP em resultado das sérias dificuldades que a companhia aérea passa devido aos efeitos da pandemia Covid-19 "seria dar um passo atrás".

Humberto Pedrosa, presidente do Grupo Barraqueiro e sócio detentor de 50% da Atlantic Gateway – em parceria igualitária com David Neeleman –, responsável por 45% do capital social da TAP, em entrevista ao Jornal Económico (acesso pago) não defende a renacionalização da transportadora aérea nacional.

Na entrevista, o empresário diz que tal “seria dar um passo atrás”, já que considera que “o contributo dos acionistas privados na TAP tem sido muito positivo, sobretudo na modernização da empresa e na renovação da sua frota de aviões”. Por isso, Humberto Pedrosa admite que há soluções práticas para a TAP, que passam “prioritariamente por um financiamento no curto prazo e depois por um aumento de capital”.

Apesar de sublinha que a TAP precisa de ajuda, o acionista refere que o problema da companhia “não é de gestão”, já que “tem crescido bastante nos últimos anos” e, na sua opinião, “estaria a caminho de bons resultados dentro de pouco tempo”. O setor da aviação tem sido um dos mais afetados pelo novo coronavírus, nesse sentido o Governo está a preparar um pacote de medidas para o setor, que inclui isenções de várias taxas, diferimentos de impostos e contribuições, revela o Jornal Económico.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

“Nacionalizar a TAP seria dar um passo atrás”, diz Humberto Pedrosa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião