Portugal regista 9.886 casos de coronavírus. Número de mortes sobe para 246

Até à meia-noite, o número de casos confirmados de Covid-19 em Portugal subiu para 9.886, enquanto o número de mortes provocadas pelo coronavírus aumentou para 246.

A Direção-Geral da Saúde (DGS) identificou 852 novos casos de coronavírus em Portugal, elevando para 9.886 o número de pessoas infetadas com a doença. Os dados apurados até à meia-noite revelam ainda que morreram mais 37 doentes por causa do vírus, num total de 246 desde que o surto foi detetado no país.

Segundo o último balanço das autoridades de saúde, referente às últimas 24 horas, há 1.058 casos em internamento, dos quais 245 em cuidados intensivos. O número de casos recuperados mantém-se o mesmo, 68. Há ainda 5.392 casos que estão a aguardar resultados laboratoriais e 22.556 pessoas sujeitas à vigilância das autoridades.

O Norte continua a ser a região mais afetada do país, com 5.899 casos e 130 óbitos, seguido por Lisboa e Vale do Tejo, com 2.347 casos e 51 mortes e o Centro, que regista 1.286 casos e 61 mortes. Há ainda registo de 179 casos e três mortes no Algarve, e 62 casos e um óbito no Alentejo, de acordo com o boletim epidemiológico.

Este será o “mês mais crítico desta pandemia”

O secretário de Estado da Saúde aponta que este será o “mês mais crítico desta pandemia”, alertando que a “renovação do estado de emergência obriga a um esforço adicional na luta contra o vírus”, em declarações na habitual conferência de imprensa. “Não podemos vacilar”, completa.

António Sales garante que “o aumento da testagem e deteção de casos continua a ser prioridade” nesta altura, destacando que já foram processadas 86 mil amostras para diagnóstico de Covid-19. No dia 1 de abril foram processadas 7.900 amostras, acrescenta.

Quanto aos testes, o secretário de Estado admite que “tem havido dificuldade no agendamento”, mas garante que a situação está a ser corrigida. A diretora-geral de Saúde refere também que algumas das áreas dedicadas ao Covid-19 “não estão ainda em condições ótimas”, apontando, no entanto, que “desde dia 26 a melhoria tem sido contínua”.

Já no que diz respeito à utilização de máscaras, assunto que tem sido muito discutido pelo globo, Graça Freitas assegura que se “usar uma máscara vier a ser recomendado, seguiremos recomendações”. Sublinha, ainda assim, que esta medida “não vai impedir de praticar o distanciamento social”.

(Notícia atualizada às 13h55)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Portugal regista 9.886 casos de coronavírus. Número de mortes sobe para 246

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião