159 personalidades pedem a Marcelo e a Costa uma retoma “gradual” da economia, mas com novas medidas

  • ECO
  • 13 Abril 2020

António Saraiva e Carlos Silva, os três presidentes das telecom, professores e médicos defendem que "o estado de emergência venha a ser levantado gradualmente com a mitigação da epidemia"

Mais de uma centena e meia de personalidades, desde empresários, políticos a profissionais de saúde, remeteram uma carta ao Presidente da República, ao primeiro-ministro e ao presidente da Assembleia da República a pedir uma retoma “gradual” da atividade económica, mas com a adoção de novas medidas de contenção. Nas medidas referidas na carta, citada pelo Observador e a que o ECO também teve acesso, destacam-se o uso generalizado de máscaras e a identificação e notificação automática das pessoas em risco.

Ao longo de cinco páginas de texto, estes 159 subscritores, que começam por identificar-se como “portugueses profundamente preocupados com o futuro do país”, referem que “os tempos são extremamente exigentes e merecem de todos uma resposta célere e à altura dos acontecimentos”. Ao Observador, um dos organizadores da iniciativa explica que a ideia é reforçar a necessidade de retomar o motor da economia. “Uma segunda vaga seria ainda muito mais difícil a todos os níveis, sobretudo a nível da confiança dos agentes”, disse o economista Pedro Santa Clara.

Assim, os autores pedem que “o estado de emergência venha a ser levantado gradualmente com a mitigação da epidemia” e defendem novas medidas de contenção, entre as quais o uso obrigatório de máscaras por toda a população, testes de todos os casos suspeitos num prazo máximo de 24 horas, a notificação de cada cidadão em risco através de SMS ou a disponibilização de solução de base alcoólica em locais públicos.

Veja a carta na íntegra:

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

159 personalidades pedem a Marcelo e a Costa uma retoma “gradual” da economia, mas com novas medidas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião