Covid-19: Reciclar é “seguro e desejável”, diz a associação ambientalista ZERO

  • Lusa
  • 15 Abril 2020

No documento “Gestão de resíduos no contexto da crise do coronavírus”, a Comissão Europeia recomenda a continuidade da recolha seletiva e da reciclagem de resíduos.

A associação ambientalista ZERO reforçou esta quarta-feira a mensagem da Comissão Europeia segundo a qual é “seguro e desejável reciclar”, no contexto da epidemia de Covid-19.

No documento “Gestão de resíduos no contexto da crise do coronavírus”, a Comissão Europeia recomenda a continuidade da recolha seletiva e da reciclagem de resíduos.

“A continuidade geral de serviços adequados de gestão de resíduos urbanos, incluindo a recolha seletiva e a reciclagem, deve ser salvaguardada”, afirma, no documento, o comissário europeu para o Ambiente, Oceanos e Pescas, Virginijus Sinkevičius.

Em comunicado, a ZERO considera o documento da Comissão Europeia “bastante esclarecedor quando à importância de se continuar com a recolha seletiva e à segurança que este processo possui, apesar da atual pandemia de Covid-19”.

A associação portuguesa realça que “não existe atualmente qualquer evidência que permita inferir que os procedimentos normais para a gestão de resíduos sejam inseguros ou insuficientes em termos de prevenção da infeção por Covid-19 ou ainda que os resíduos urbanos tenham um papel importante na transmissão do SARS-CoV-2 ou de outros vírus que afetem o aparelho respiratório”.

No documento, a Comissão Europeia recorda as orientações sobre segurança no trabalho, nomeadamente a que recomenda a utilização de equipamentos de proteção individual (EPI) para os trabalhadores deste setor.

A ZERO refere, a este propósito, que tem recebido “alertas de operadores de gestão de resíduos” com “dificuldade em adquirir esse tipo de equipamento” e assinala que “é fundamental que não faltem EPI também para os trabalhadores afetos à recolha e ao tratamento dos resíduos”.

Relativamente aos trabalhadores que fazem a recolha dos resíduos, Bruxelas pede às empresas do setor que garantam “a disponibilidade e o uso apropriado de equipamento de proteção individual adequado” e a adoção de “padrões de higiene exigentes”.

Apesar destes cuidados adicionais, a Comissão Europeia aponta que, “de acordo com o ECDC, não existem atualmente provas que permitam inferir que os procedimentos de gestão normal dos resíduos não são seguros ou são insuficientes em termos do risco de infeção por Covid-19 ou que os resíduos domésticos desempenham um papel na transmissão da SARS-CoV-2 ou de outros resíduos vírus respiratórios”.

Ainda assim, apela a uma “gestão adequada dos resíduos” numa altura em que grande parte da população europeia e mundial está confinada em casa, como forma de tentar conter o surto, e a produzir mais lixo doméstico.

“Cada pessoa produz quase meia tonelada de resíduos urbanos por ano na União Europeia, em média, o que significa que todas as semanas são produzidos mais de 20 quilos de resíduos urbanos por agregado familiar”, aponta o executivo comunitário no texto das recomendações.

Ao todo, “a produção anual total de resíduos na União Europeia ascende a cinco toneladas por pessoa” em alturas normais, destaca a instituição, apelando aos países comunitários para que, perante uma maior produção de lixo doméstico, se evitem “perturbações na gestão de resíduos, incluindo a recolha seletiva e a reciclagem de resíduos”.

“É crucial para a saúde e segurança dos nossos cidadãos, para o ambiente e para a economia”, conclui Bruxelas.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Covid-19: Reciclar é “seguro e desejável”, diz a associação ambientalista ZERO

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião