“Tudo se encaminha para uma renovação imediata do estado de emergência”, diz Marcelo Rebelo de Sousa

Marcelo Rebelo de Sousa está confiante numa "retoma progressiva da vida social e económica" em maio, mas que para já tudo aponta para o prolongar do estado de emergência no final desta semana.

O Presidente da República aplaude a forma como os portugueses estão a cumprir com o confinamento determinado pela pandemia e antevê que face aos resultados que têm sido alcançados possa, já em maio, ocorrer uma retoma gradual do dia-a-dia dos portugueses. Mas Marcelo Rebelo de Sousa diz que tudo vai no sentido de que ocorra um prolongar imediato do estado de emergência.

“É evidente para todos que, na base daquilo que é a conjugação de três órgãos de soberania, tudo se encaminha para uma renovação imediata do estado de emergência”, disse o Presidente da República em declarações aos jornalistas à saída do Infarmed onde decorreu esta quarta-feira mais uma sessão técnica sobre a evolução da situação epidemiológica da covid-19 em Portugal.

Ainda assim, Marcelo Rebelo de Sousa mostrou-se confiante de que, sem invalidar que se mantenham as regras de circulação dos portugueses, “essa renovação pode ser que nalgumas facetas signifique não diminuir a exigência de abril, mas apontar já para aquilo que será a realidade de maio“.

Segundo o Presidente da República, os dados registados até esta fase do mês de abril permitem “olhar para maio” como “um mês já diferente, que é um mês já de transição progressiva”.

Se abril correr até ao fim como esperamos, então em maio os portugueses vão começar a habituar-se à ideia de conviverem socialmente com a realidade de um vírus que foi vencido naquilo que representava de um risco grave, ou, mesmo no início, gravíssimo, para a sociedade portuguesa, e passa a ser um dado da vida do dia-a-dia”, afirmou o chefe de Estado.

Marcelo Rebelo de Sousa afirmou ainda, contudo, que “é cedo para nesta ocasião estarmos a falar sobre o que vai ser assunto a decidir no início de maio”, lembrando que a 28 de abril ocorrerá uma reunião por sugestão do primeiro-ministro que servirá para ver os dados sobre a evolução e o que se passou em abril e “depois naturalmente decidir em relação ao futuro imediato, em maio”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

“Tudo se encaminha para uma renovação imediata do estado de emergência”, diz Marcelo Rebelo de Sousa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião