Em altura de crise, franceses da Corum sugerem investir no imobiliário

  • ECO
  • 17 Abril 2020

A sociedade francesa de gestão de poupanças Corum considera que o setor imobiliário vai continuar a ser um refúgio para os investidores nesta altura de crise.

Numa altura em que a crise afeta todos os setores, incluindo o imobiliário, ainda há quem defenda que investir neste tipo de ativos é uma boa opção. A francesa Corum Investments acredita que investir em imobiliário é sempre “menos volátil” do que investir em ações, principalmente numa altura como estas.

“O imobiliário é sempre um investimento menos volátil que o mercado acionista para os investidores e mais ainda em tempos de turbulência”, diz José Gavino, diretor da Corum em Portugal, citado em comunicado. A empresa francesa comercializa fundos imobiliários em território nacional, onde já tem cerca de 60 milhões de euros investidos em aquisições.

A atividade da Corum dedica-se exclusivamente à compra de imobiliário comercial, para depois os arrendar, através dos seus dois fundos de investimento que, no ano passado, renderam mais de 6%. “Com a Corum, o investidor sabe sempre quais são os edifícios comprados, a quem estão arrendados e por quanto tempo”, continua o responsável, acrescentando que não investe “para especular”.

Assim, a empresa aconselha os investidores a aplicarem o seu dinheiro em fundos de investimento imobiliário, de forma a “construir património a longo prazo”. Nesta altura de crise, aproveita ainda para desafiar os investidores a usarem o reembolso do IRS como uma maneira de poupar a médio e longo prazo no mercado imobiliário.

A Corum tem atualmente uma carteira de ativos superior a 3,6 mil milhões de euros. Em fevereiro, investiu 60 milhões de euros no imobiliário nacional através da compra de 11 imóveis em várias zonas do país.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Em altura de crise, franceses da Corum sugerem investir no imobiliário

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião