Desconfinamento arranca segunda-feira. Este é o calendário de reabertura, setor a setor

Plano de desconfinamento faseado já foi apresentado pelo Governo. Arranca na segunda-feira, começando pelo pequeno comércio, serviços públicos desconcentrados, bibliotecas e desportos individuais.

O Governo apresentou esta quinta-feira as regras para o desconfinamento, que vai arrancar na próxima segunda-feira de forma faseada. As restrições serão aplicadas ao número de pessoas por espaço e, nalguns casos, passa a ser obrigatório o uso de máscara.

Apesar de Portugal passar do estado de emergência para o estado de calamidade e de o teletrabalho continuar a ser obrigatório (sempre que as funções o permitam) em maio, há estabelecimentos que já poderão abrir portas a partir de dia 4 de maio.

É o caso do comércio local, especificamente lojas com porta aberta para a rua até 200m2, cabeleireiros, manicures e similares. Livrarias e comércio automóvel, bem como bibliotecas e arquivos podem abrir, independentemente da área. Também voltarão a funcionar serviços públicos com balcões desconcentrados de atendimento ao público como repartições de finanças ou conservatórias.

Para uma segunda ou terceira fases ficam o comércio de maior dimensão, os museus, os cinemas ou as missas. Por setor, é este o calendário completo divulgado pelo Governo:

(Notícia atualizada às 18h40)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Desconfinamento arranca segunda-feira. Este é o calendário de reabertura, setor a setor

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião