“Não creio” que SNS consiga dar resposta sozinho ao pós-Covid

  • ECO
  • 30 Abril 2020

A ministra da Saúde acredita que o SNS não tem capacidade para responder sozinho ao momento pós-Covid e que uma das soluções deverá ser recorrer ao privado.

A ministra da Saúde não acredita que o Serviço Nacional de Saúde (SNS) tenha capacidade para responder sozinho ao momento pós-Covid. Num podcast do PS, citado pela TSF, Marta Temido fala “na enorme dificuldade” das listas de espera e admite que o Governo poderá vir a recorrer aos privados para colmatar esta situação.

“Por hipótese, se amanhã tivéssemos zero casos de Covid-19, o SNS, para voltar a funcionar, tem de ter uma série de cautelas”, começou por dizer a ministra. Questionada se acredita na capacidade do SNS em responder sozinho ao pós-Covid, a resposta foi direta: “Não creio”. Para isso, Marta Temido admite que o Governo poderá recorrer ao privado. “Daquilo que foram as análises que já fizemos, essa intenção existe, é clara e vamos acioná-la”.

Sobre o aparecimento de uma segunda vaga de casos de infeção, a responsável pela pasta da Saúde diz não poder dar certezas de que o SNS esteja preparado para isso. “Não consigo dar uma resposta de sim ou não, mas penso que estaremos preparados”, afirmou, notando que não se pode adotar uma “estratégia de descanso” e que tudo “depende muito daquilo que seja o ataque de uma eventual nova onda”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

“Não creio” que SNS consiga dar resposta sozinho ao pós-Covid

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião