Repsol perde 497 milhões de euros com queda do petróleo

  • Lusa e ECO
  • 5 Maio 2020

Repsol assumiu uma perda de 790 milhões de euros no valor dos seus inventários em resultado da forte queda das cotações do petróleo nos mercados internacionais.

A Repsol perdeu 497 milhões de euros entre janeiro e março, em relação aos 608 milhões que tinha lucrado no primeiro trimestre de 2019, devido à descida dos preços do crude e pela queda do consumo provocada pela pandemia de Covid-19.

De acordo com as contas enviadas à Comissão Nacional do Mercado de Valores, em Madrid, a Repsol assumiu uma perda de 790 milhões de euros no valor dos seus inventários em resultado da forte queda das cotações do petróleo nos mercados internacionais. Apesar da recuperação recente, o barril está a cotar ligeiramente acima dos 20 dólares nos EUA e perto dos 30 na Europa.

Considerando o resultado líquido ajustado, que mede a evolução do negócio sem o efeito do valor das reservas, os lucros da petrolífera espanhola encolheram em 27,7% para 447 milhões de euros.

Estes resultados são reflexo da decisão da petrolífera em manter os serviços básicos de abastecimento operacionais num contexto de pandemia, nomeadamente as estações de serviço, sete complexos industriais: cinco em Espanha, um em Portugal e outro no Peru.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Repsol perde 497 milhões de euros com queda do petróleo

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião