EDP Renováveis consegue novo contrato solar de 100 megawatts nos Estados Unidos

Empresa assegurou contrato de compra de energia com a Redwood Coast Energy Authority, nos EUA. Com este contrato, a subsidiária EDP, tem assegurado 2,0 GW de projetos a serem instalados no país.

A EDP Renováveis fechou mais um contrato, desta vez no mercado americano. A empresa, através da sua subsidiária EDP Renewables North America, assegurou um contrato de compra de energia (CAE) a 15 anos com a Redwood Coast Energy Authority (“RCEA”) para vender a energia produzida pelo projeto solar fotovoltaico MW Sandrini Sol I de 100 MW.

O projeto, localizado no estado da Califórnia nos Estados Unidos, deverá arrancar em 2022. “Com este contrato, a subsidiária EDP, tem assegurado dois gigawatts de projetos a serem instalados nos EUA até 2022″, lê-se no comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Em 2022, o portfólio da EDPR pretende alcançar 1,6 GW de capacidade solar, tendo em conta os atuais ativos solares operacionais da EDP Renováveis e os 1,3 GW de projetos solares já contratados.

Segundo o comunicado, atualmente, a EDP Renováveis tem assegurado 83% dos 7,0 GW de capacidade build-out prevista para o período de 2019-2022. “A empresa controlada pela EDP refere que “continuará a analisar e desenvolver projetos que se enquadrem nos seus critérios internos de risco e rentabilidade”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

EDP Renováveis consegue novo contrato solar de 100 megawatts nos Estados Unidos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião