Plano de apoio à TAP “terá critérios ambientais”, diz Matos Fernandes

  • ECO
  • 28 Maio 2020

O plano de apoio à companhia aérea “terá nos seus múltiplos critérios também critérios ambientais”, assegurou João Matos Fernandes.

O ministro do Ambiente e da Ação Climática garante que o plano de apoio à TAP terá critérios ambientais, em entrevista ao Jornal de Negócios (acesso pago). Este plano não é ainda conhecido na sua totalidade, estando ainda a ser discutido entre o Governo e a administração da companhia aérea. O plano de apoio “terá nos seus múltiplos critérios também critérios ambientais”, assegurou João Matos Fernandes

Na mesma entrevista, o ministro defendeu que crê que as metas do Plano Nacional Energia e Clima são “absolutamente realistas”, apontando que o setor que está mais avançado é o eletroprodutor e “o que tem de dar o salto maior é o da agricultura”. Matos Fernandes adiantou ainda que poderá ser feito um leilão de energia solar de maior dimensão no próximo ano e que a queda no preço do petróleo pode acelerar o phasing out dos benefícios fiscais atribuídos aos combustíveis.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Plano de apoio à TAP “terá critérios ambientais”, diz Matos Fernandes

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião