Wall Street abre em queda com escalada dos protestos nas ruas

  • ECO
  • 1 Junho 2020

Bolsas norte-americanas abriram a primeira sessão da semana em queda perante a onda de violência nas ruas em várias cidades dos EUA na sequência da morte de um homem negro sob custódia da polícia.

A vaga de protestos em várias cidades norte-americanas, na sequência da morte de George Floyd na semana passada, está a deixar os investidores em Wall Street cautelosos. A agravar as preocupações estão, além das manifestações, as tensões entre Washington e Pequim.

O índice de referência S&P 500 desliza 0,38% para 3.032,85 pontos do outro lado do Atlântico. Também o industrial Dow Jones e o tecnológico Nasdaq estão a perder 0,38% e 0,29%, respetivamente.

Tropas da Guarda Nacional foram colocadas terreno em 15 estados e em Washington este domingo numa tentativa de reprimir a violência nas ruas que acontece há seis noites e que começou com protestos pacíficos por causa da morte de um homem negro, George Floyd, sob custódia da polícia.

Por causa da violência e destruição, as lojas das cadeias Target e Walmart foram encerradas, enquanto a Amazon impôs restrições nas entregas de encomendas em muitas cidades. As duas retalhistas estão a ceder 1,46% e 0,15%, respetivamente, enquanto a gigante do comércio eletrónico sobe 0,58%.

No plano externo, as notícias para os investidores também não são as mais positivas. Há um aumento da escalada da tensão entre EUA e China, com Pequim a acusar os norte-americanos de quererem prejudicar os interesses chineses, criticando a decisão de Washington de deixar de dar tratamento especial a Hong Kong em resposta à nova lei da segurança nacional.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Wall Street abre em queda com escalada dos protestos nas ruas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião