EDP e Galp Energia dão força à bolsa de Lisboa

Na última sessão de uma semana marcada por elevada volatilidade, as bolsas negoceiam em terreno positivo.

As bolsas europeias negoceiam no verde, na última sessão de uma semana volátil em que os investidores têm tentado avaliar o risco de uma segunda vaga de coronavírus. Lisboa acompanha os ganhos, com o impulso da EDP.

No dia em que os líderes europeus se reúnem em Conselho Europeu para discutir o fundo de recuperação europeu com 750 mil milhões de euros, as ações seguem em alta. O Stoxx 600 ganha 0,5%, o francês CAC 40 sobe 0,8%, o espanhol IBEX 35 valoriza 0,7% e tanto o britânico FTSE 100 como o alemão DAX somam 0,6%.

O português PSI-20 sobe 0,45% para 4.448,21 pontos, impulsionado pela energia. A EDP ganha 1,2% para 4,205 euros por ação, enquanto a Galp Energia avança 1% para 11,105 e a EDP Renováveis sobe 0,51%. Os pesos-pesados Nos (+0,74%), Jerónimo Martins (+0,23%) e BCP (+0,26%) também ajudam o índice.

A Corticeira Amorim avança 0,9% para 10,08 euros, depois de ter comprado, através da participada Amorim Bartop, mais 30% da empresa sueca Elfverson & Co AB, ficando assim com a totalidade da produtora de tops de madeira para rolhas capsuladas, utilizadas por grupos da indústria de bebidas espirituosas.

Em sentido contrário, a cotada que mais cai é a operadora postal CTT, que cede 0,45% para 2,205 euros por ação. A Altri desliza 0,27%, a REN perde 0,2% e a Mota-Engil recua 0,17%.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

EDP e Galp Energia dão força à bolsa de Lisboa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião