TAP está de “portas abertas” para “ter um membro do Estado na comissão executiva”, diz Antonoaldo Neves

O presidente-executivo da TAP disse que a comissão executiva da companhia aérea está de "portas abertas" para integrar uma pessoa indicada pelo Estado.

O presidente-executivo da TAP disse esta terça-feira que a comissão executiva da companhia aérea nacional está de “portas abertas” para integrar nessa própria comissão uma pessoa indicada pelo Estado. Esta era uma das condições impostas pelo Estado para apoiar financeiramente a TAP.

“A comissão executiva está disposta a ter um membro do Estado português na comissão executiva”, disse Antonoaldo Neves, durante uma audição na Comissão de Economia, Inovação, Obras Públicas e Habitação. “Não há qualquer problema nisso”, continuou, referindo que esta pessoa irá “tomar decisões e ter responsabilidades”. “A comissão executiva está de portas abertas para ter um membro da comissão executiva indicado pelo Estado”.

Contudo, sublinhou: “Mas vai ter que sentar à mesa, discutir, ter responsabilidade e tomar decisões difíceis”. E continuou a afirmar que “não há qualquer problema em trabalhar com pessoas que querem o bem da TAP”.

Uma das condições que o Governo sempre referiu para avançar com o empréstimo à TAP era a de passar a ter poder de decisão na comissão executiva. As condições entre o Estado e os acionistas privados da companhia aérea nacional estão a ser discutidas, tendo o ministro das Infraestruturas e da Habitação referido que faltava apenas o acionista privado aceitar as condições.

Na mesma audição, Antonoaldo Neves disse que “é preciso garantir que o auxílio do Estado é o menor possível” e que a melhor forma de fazer isso é cortar em todos os custos possíveis, sem esquecer os trabalhadores. “Não temos nenhuma intenção de transformar a TAP numa low-cost”, garantiu.

(Notícia atualizada às 14h com mais informação)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

TAP está de “portas abertas” para “ter um membro do Estado na comissão executiva”, diz Antonoaldo Neves

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião