Ministra do Trabalho destaca “curva descendente” do desemprego

  • ECO
  • 25 Junho 2020

"Desde o final de fevereiro, temos mais 93 mil desempregados, mas a curva da evolução do desemprego, neste momento, é descendente", salienta Ana Mendes Godinho.

A pandemia de coronavírus fez tremer o mercado de trabalho. Segundo adiantou a ministra do Trabalho em entrevista à Antena 1, entre o final de fevereiro e o momento atual, o número de desempregados cresceu em 93 mil indivíduos, mas a curva já está numa trajetória descendente.

“Desde o final de fevereiro, temos mais 93 mil desempregados, mas a curva da evolução do desemprego, neste momento, é descendente“, sublinhou Ana Mendes Godinho. Em março, os serviços de emprego registaram 28 mil novos desempregados, em abril 48 mil e em maio 16 mil. “Ou seja, há aqui um reflexo da retoma da atividade depois de uma fase em que a economia tinha de estar parada por razões sanitárias”, explicou a governante.

Ainda assim, a ministra do Trabalho admitiu estar “preocupada” com a evolução do desemprego, referindo que “todos temos de ter capacidade de resposta” à situação atual.

Sobre o lay-off simplificado, Ana Mendes Godinho lembrou que cerca de 110 mil empresas fizeram o pedido inicial e, destas, 89 mil pediram a renovação do apoio. A ministra ainda não consegue determinar, contudo, o custo total deste regime. Avança apenas que já foram gastos 580 milhões de euros pela Segurança Social em ajudas. A esse valor deve ainda ser somado o montante (ainda não apurado) que não entrou nos cofres do Estado com a isenção da TSU dada às empresas que recorreram ao lay-off simplificado.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Ministra do Trabalho destaca “curva descendente” do desemprego

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião