Desemprego na Zona Euro sobe para 7,4%. Portugal tem oitava taxa mais baixa

A taxa de desemprego na Zona Euro subiu para 7,4% em maio. Portugal regista uma taxa de 5,5%, sendo a oitava mais baixa da região da moeda única.

O desemprego na Zona Euro subiu pelo segundo mês consecutivo devido à pandemia. A taxa aumentou de 7,3% em abril para 7,4% em maio, de acordo com os dados divulgados esta quinta-feira pelo Eurostat. Portugal registou nesse mês uma taxa de 5,5%, sendo a oitava mais baixa da região da moeda única.

O Eurostat estima que 14,366 milhões de homens e mulheres na União Europeia (UE), dos quais 12,146 milhões na Zona Euro, estejam sem emprego em maio, o terceiro mês da pandemia de Covid-19 que obrigou os países a imporem várias medidas de restrições para travar a disseminação da doença.

Face ao mês de abril, a UE regista um aumento de 253 mil desempregados, enquanto o aumento do número de pessoas sem emprego foi de 159 mil.

Entre os 19 países que partilham a moeda única, Portugal regista a oitava taxa de desemprego mais baixa: 5,5%. Holanda e Alemanha observavam as taxas mais baixas, de 3,6% e 3,8%, respetivamente, embora ambos os países tenham registado aumentos face a abril.

Do outro lado, Espanha registava o nível de desemprego mais elevados na Zona Euro, com taxa de 14,5% (desce face aos 14,6% registados em abril).

Por causa do impacto da pandemia, os vários governos europeus avançaram com medidas de proteção do emprego e de apoio às empresas e trabalhadores, como o lay-off e o teletrabalho ou linhas de crédito de emergência, entre outras. Muitas dessas medidas continuavam em vigor no mês de maio, permitindo estabilizar o mercado de trabalho.

(Notícia atualizada às 10h34)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Desemprego na Zona Euro sobe para 7,4%. Portugal tem oitava taxa mais baixa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião