Metro de Lisboa avança com sondagens na Estrela para preparar prolongamento da linha

Este é um procedimento técnico de estudo e de diagnóstico prévio à obra. Não haverá perturbações na zona, já que as sondagens ocorrem dentro da área do antigo Hospital Militar da Estrela.

O Metropolitano de Lisboa, através da Zagope, Construções e Engenharia, empresa a quem foi adjudicada a primeira empreitada da construção da linha circular, vai realizar sondagens na zona do antigo Hospital Militar, na Estrela, a partir do dia 8 de julho. O processo é necessário para preparar o início dessa primeira fase.

Este “procedimento técnico de estudo e de diagnóstico prévio à obra”, não vai causar perturbações na zona, já que se realizam dentro da área do antigo Hospital Militar da Estrela, garante o Metropolitano de Lisboa, em comunicado. A expansão consiste no prolongamento das linhas Amarela e Verde, que ficarão ligadas numa linha circular.

A empreitada contempla o Lote 1, que corresponde à execução dos toscos entre o término da Estação Rato e a Estação Santos e o Lote 2, que se refere à execução dos toscos entre a Estação Santos e o término da Estação Cais do Sodré, este último “objeto de concurso público internacional, cujas propostas, já entregues, se encontram em análise e avaliação pelo Júri do procedimento”, adianta o Metro.

A expansão integra, ainda, o Lote 3, no qual serão construídos dois novos viadutos sobre a Rua Cipriano Dourado e sobre a Av. Padre Cruz, na zona do Campo Grande, “prevendo a ampliação da estação do Campo Grande para Nascente, cujo concurso se encontra em curso, estando a entrega das propostas prevista para 21 de agosto de 2020“, acrescenta a empresa.

O investimento total previsto para esta fase de expansão do Metropolitano de Lisboa é de 210,2 milhões de euros, “cofinanciado em 127,2 milhões pelo Fundo Ambiental e em 83,0 milhões pelo Fundo de Coesão, através do POSEUR – Programa Operacional de Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Metro de Lisboa avança com sondagens na Estrela para preparar prolongamento da linha

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião