“Caixa negra” do GES escapou ao Fisco por causa de apagão fiscal

  • ECO
  • 17 Julho 2020

Um fundo com sede nas Ilhas Virgens Britânicas usado pela Eurofin, entidade suíça do GES/BES, para esconder prejuízos foi uma das entidades que escapou ao radar do fisco no apagão de 2011 a 2014.

O apagão fiscal relativo às transferências para offshores entre 2011 e 2014 envolveu uma das empresas do Universo Espírito Santo, segundo o despacho de acusação do Ministério Público relativo ao processo da queda do BES. O fundo Zyrcan era gerido pela Eurofin e estava vocacionada para emitir papel comercial que serviu para financiar o GES, tendo contribuído para a retirada de três mil milhões de euros do banco através da sociedade suíça.

Em causa está o fundo Zyrcan, com sede nas Ilhas Virgens Britânicas, que é apontado como um dos peões do esquema de financiamento fraudulento do GES, nomeadamente usado para esconder prejuízos, o que contribuiu para a queda do GES e do BES, segundo revela o Jornal Económico (acesso pago). Acontece que esta entidade foi também uma das entidades do apagão fiscal que foi denunciado em 2017.

O apagão fiscal de 10 mil milhões de euros foi noticiado pelo Público em 2017 e deu origem a uma auditoria da Inspeção-Geral das Finanças (IGF), mas as conclusões não conseguiram trazer um esclarecimento definitivo do que aconteceu. A IGF disse na auditoria que “não foi encontrada explicação para a singularidade estatística de este ‘erro’ afetar especialmente algumas instituições”, afirmando que a intervenção de mão humana era “extremamente improvável”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

“Caixa negra” do GES escapou ao Fisco por causa de apagão fiscal

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião