Progressos nas vacinas ditam recorde para o Nasdaq

Disparo das ações da Amazon e da Microsoft foram o principal fôlego dos ganhos em Wall Street que beneficiou da melhoria das perspetivas de combate ao covid-19.

Após um arranque tímido, Wall Street foi ganhando tração ao longo da sessão que fica mesmo selada por um novo máximo histórico para o Nasdaq. Os principais índices positivos capitalizaram face ao otimismo revelado pelos investidores perante os progressos obtidos rumo a uma vacina eficaz contra o covid-19.

O S&P 500 valorizou 0,84%, para os 3.251,84 pontos, enquanto o Nasdaq disparou 2,51%, para os 10.767,09 pontos, o que representa um novo máximo histórico para o índice tecnológico. Apenas o Dow Jones registou ganhos ligeiros de 0,03%, para os 26.680,93 pontos.

A Amazon e a Microsoft, com ganhos de mais de 8% e 4%, respetivamente, deram o principal fôlego tanto ao S&P 500 como ao Nasdaq. Os principais índices beneficiaram dos progressos conseguidos nos testes às vacinas que estão na dianteira para se tornarem um travão à progressão do novo coronavírus.

A empresa de biotecnologia alemã BioNTech e a farmacêutica norte-americana Pfizer relataram dados adicionais de sua vacina experimental contra o coronavírus que mostraram que esta era segura e induziu uma resposta imune por parte dos pacientes.

Além disso, foram publicados esta segunda-feira os resultados da vacina que está a ser desenvolvida pela Universidade de Oxford e pela AstraZeneca. O paper publicado na revista científica Lancet mostra que os voluntários vacinados produziram uma resposta imunitária sem efeitos secundários, outro sinal promissor na “corrida” à vacina para o Covid-19.

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

Progressos nas vacinas ditam recorde para o Nasdaq

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião