Ilha privada da Irlanda rendeu 5,5 milhões de euros

Chama-se "Horse Island", está situada ao largo da costa da Irlanda e pode ser alcançada por barco ou helicóptero. Foi vendida por 5,5 milhões de euros.

Ilha privada “Horse Island” na IrlandaFonte: Engel & Völkers Kinsale/Cork)

Localizada ao largo da costa da Irlanda, a ilha privada “Horse Island” foi vendida por 5,5 milhões de euros, num negócio conjunto entre a imobiliária Engel & Volkers e a Colliers Internacional.

A ilha que abrange 64 hectares pode ser alcançada de barco e helicóptero e além da casa principal, com seis quartos, tem ainda quatro outras habitações e duas residências de campo. “Cada propriedade oferece vistas para o mar e acesso à orla da baía. Outros destaques da ilha incluem um cais privado para ferries, várias embarcações, instalações para desportos aquáticos, um ginásio e um campo de ténis”, explica Engel & Volkers, em comunicado.

Assim, a “Horse Island” oferece total privacidade para quem lá vive e, de acordo, com a imobiliária, face as estas características as ilhas privadas são cada vez mais uma opção para quem procura refúgios exclusivos, tendo sido registado um aumento do número de compradores face à pandemia do novo coronavírus. “Estes imóveis especiais oferecem aos proprietários um local de refúgio próximo do mar, onde podem sentir-se próximos da natureza, ao mesmo tempo que desfrutam de confortos de luxo, com a máxima privacidade e flexibilidade absoluta”, conclui Ron Krueger, managing director da Engel & Völkers Kinsale/Cork.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Ilha privada da Irlanda rendeu 5,5 milhões de euros

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião