Covid-19 já infetou 15 milhões de pessoas em todo o mundo

Em todo o mundo, já foram registadas 15.009.213 pessoas infetadas com o novo coronavírus. EUA, Brasil, Índia, Rússia e África do Sul são os países mais afetados.

A pandemia do novo coronavírus já infetou mais de 15 milhões de pessoas em todo o mundo desde dezembro. EUA, Brasil, Índia, Rússia e África do Sul são os países mais afetados pela crise sanitária, de acordo com a Reuters.

No topo da tabela estão os EUA. É o país que tem o maior número de casos, registando 3,91 milhões de pessoas infetadas no acumulado desde o início do surto. Esta terça-feira, o presidente Donald Trump mudou de postura tem apelado a que todos os cidadãos usem máscara de proteção respiratória nos casos em que não seja possível manter distanciamento social.

Segundo a Reuters, a pandemia está a acelerar mais rapidamente na América do Norte e do Sul, uma vez que o continente é responsável por mais de metade das infeções e mortes a nível mundial. No Brasil, mais de 2,15 milhões de pessoas testaram positivo para a Covid-19, incluindo o presidente Jair Bolsonaro, e mais de 81.000 pessoas morreram. A Índia conta com mais de um milhão de casos e registou quase 40 mil novos casos esta quarta-feira, de acordo com os números oficiais.

Desde que a pandemia chegou a Portugal, a 2 de março, já morreram 1.697 pessoas vítimas da doença, sendo que existem atualmente 48.898 pessoas infetadas. Lisboa e Vale do Tejo é a região com mais casos registados até ao momento (24.470 casos de infeção e 570 mortes).

Após o primeiro caso de Covid-19 ter sido relatado na China no final do ano passado, foram necessárias cerca de 15 semanas para atingir a fasquia dos dois milhões de casos. Em contrapartida, demorou apenas oito dias a ultrapassar os 15 milhões de infetados face aos 13 milhões atingidos no dia 13 de julho.

O número oficial de casos de coronavírus (15.009.213) representa, assim, o triplo de doenças graves de gripe registadas anualmente, de acordo com dados da Organização Mundial de Saúde citados pela mesma agência.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Covid-19 já infetou 15 milhões de pessoas em todo o mundo

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião