Apple é a nova cotada mais valiosa do mundo. Nasdaq sobe 1% com resultados das “Big Tech”

Wall Street fechou a última sessão da semana com ganhos. A Apple destronou mesmo a petrolífera saudita Aramco, passando a ser a nova cotada mais valiosa do mundo.

As bolsas norte-americanas terminaram a última sessão da semana em terreno positivo, contrariando a tendência vivida na Europa. A puxar por Wall Street estiveram as empresas ligadas ao setor tecnológico, principalmente a Apple que já é a cotada mais valiosa do mundo, derrotando a petrolífera saudita Aramco. Contudo, o impasse relativo à próxima ronda de ajuda financeira por parte do Governo norte-americano manteve os investidores receosos.

O S&P 500 valorizou 0,66% para 3.267,52 pontos, enquanto o industrial Dow Jones avançou 0,31% para 26.3395,00 pontos. Mas a estrela desta sessão é mesmo o Nasdaq, que ganhou 1,35% para 10.730.41 pontos, beneficiando da reação aos lucros apresentados pelas maiores cotadas tecnológicas que no seu conjunto representam mais de 30% deste índice.

Assim, a Apple ganhou 10,47% para 425,04 dólares. Segundo a CNBC, trata-se de um recorde de fecho que levou a empresa fundada por Steve Jobs a tornar-se a cotada mais valiosa do mundo, superando a gigante petrolífera Aramco. Nesse sentido, a Apple tem uma capitalização bolsista avaliada em 1,84 biliões de dólares, contra os 1,76 biliões de dólares da petrolífera.

Ao mesmo tempo, o Facebook valorizou 8,17% para 253,67 dólares, ao passo que 3,70% para 3.164,68 dólares. Em contraciclo, a Alphabet (dona da Google) perdeu 3,17% para 1 482,96 dólares, depois de os lucros da cotada no trimestre terem 30%, para cerca de sete mil milhões de dólares, enquanto as vendas trimestrais caíram pela primeira vez em 16 anos, devido ao arrefecimento do mercado publicitário.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Apple é a nova cotada mais valiosa do mundo. Nasdaq sobe 1% com resultados das “Big Tech”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião