Cyango vence Tourism Solutions Now! com software para visitas virtuais

Projeto venceu concurso entre 18 projetos. Ao prémio de 5.000 euros junta-se a incubação na Startup Lisboa, promotora do concurso.

A Cyango foi a vencedora do programa de inovação Tourism Solutions Now! graças ao software de visitas virtuais desenvolvido pela startup. O projeto venceu o prémio de 5.000 euros e ganhou ainda a incubação na Startup Lisboa, depois de ter participado no programa do NEST – Centro de Inovação do Turismo, desenvolvido pela incubadora lisboeta.

A Cyango desenvolveu um software que permite às unidades de alojamento e lazer criarem visitas virtuais com storytelling. “Criámos uma forma de o anfitrião apresentar o seu espaço e as suas experiências, ao mesmo tempo que possibilita também as compras diretas do seu produto ou serviço – um verdadeiro funil de vendas interativo, tudo de um modo imersivo e inclusivo”, explica João Rodrigues, fundador da Cyango, citado em comunicado.

A participação no programa foi, para a startup, “uma oportunidade para dar a conhecer a missão”. “Por ser um programa digital, estava com poucas expectativas, mas graças à equipa que dinamizou esta maratona, acabou por superar e ter um impacto muito positivo no nosso futuro. Fez-nos evoluir e sentimos agora que temos capacidade para escalar”, assinala.

No programa, que decorreu entre 22 e 29 de julho — e num total de 28 horas –, participaram 18 projetos de inovação, que trabalharam as suas ideias de negócio enquadradas em quatro vetores: soluções sustentáveis, melhores dados e insights, seamless experience e desenvolvimento de soluções digitais para empresas.

Além da Cyango, a Startup Lisboa receberá, entre setembro e dezembro, mais quatro projetos: TripMaka, app que torna mais fácil a organização de viagens em Portugal, e a Natur Trip, viagens sustentáveis em grupo; que se juntam à Invisible City, projeto de organização de eventos culturais para a remuneração justa de artistas independentes, e à SeaBookings, um marketplace para atividades e desportos marítimos – ambos projetos já incubados na Startup Lisboa e que ficaram nos primeiros cinco lugares vencedores.

“Numa maratona tão intensiva e com tantos backgrounds e nacionalidades diferentes, foi inigualável o empenho que todos – participantes, mentores e equipa de organização – colocaram para que fosse possível construir soluções verdadeiramente diferenciadoras para o nosso turismo”, destaca Miguel Fontes, diretor executivo da Startup Lisboa.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Cyango vence Tourism Solutions Now! com software para visitas virtuais

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião