Força Aérea já começou a sair do Montijo, diz ministro da Defesa

  • ECO
  • 4 Agosto 2020

Governo quer formar um consórcio para criar em Beja uma escola de pilotos de aviões a jato, incluindo “privados que já o fazem em diversas partes do mundo”.

João Gomes Cravinho garante que a saída da Força Aérea do Montijo “já começou” e que o Executivo tomou a decisão de “utilizar Beja e não Montijo, como estava inicialmente previsto, como base para os aviões KC390, que vão substituir o C130”.

Em entrevista ao Jornal de Negócios (acesso pago), o ministro da Defesa garante ainda que “está acertado” o pagamento de 100 milhões por parte da ANA para essa saída, embora o dinheiro ainda não esteja nas mãos do Estado. “É um negócio entre a ANA e os Ministérios das Infraestruturas e das Finanças, não participamos nisso. Mas vindo para o Estado corresponde ao montante que será necessário para as alterações, que são muitas. Alterações que têm a ver com Beja e com Sintra”, afirma João Gomes Cravinho, precisando que “a esquadra de instrução, que estava em Sintra, já passou para Beja”, o que “vai libertar espaço em Sintra para receber helicópteros que estavam no Montijo”.

O responsável revelou ainda que o objetivo do Governo é formar um consórcio para criar em Beja uma escola de pilotos de aviões a jato, incluindo “privados que já o fazem em diversas partes do mundo”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Força Aérea já começou a sair do Montijo, diz ministro da Defesa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião