Na mesa do recrutador: Alexandra Sequeira Carvalho, da Sport TV

Com 39 anos, e habituada a ver nascer grandes projetos, integrou a equipa da Sport TV há cerca de dois anos, uma empresa onde encontra paixão, compromisso e motivação organizacional.

Na mesa do recrutador com Alexandra Sequeira Carvalho, diretora de RH da Sporttv - 24JUN20
A mesa de Alexandra Sequeira Carvalho, diretora de RH da Sport TV.Hugo Amaral/ECO

Paixão, compromisso e motivação organizacional. Foi o que Alexandra Sequeira Carvalho encontrou na Sport TV, empresa que cumpria os requisitos para um próximo desafio: ser uma marca icónica portuguesa e uma organização que reconhecesse os recursos humanos como alavanca do negócio.

“Não pensei duas vezes”, conta à Pessoas. Com 39 anos, e habituada a ver nascer grandes projetos, integrou a equipa há cerca de dois anos, no momento em que estava a ser criada a própria direção de recursos humanos. Passou por empresas como a Central de Cervejas, onde fez parte do lançamento da Bohemia e do rebranding da marca Sagres, pela Deloitte e pela Tabaqueira, onde ajudou a lançar a marca iQos em Portugal.

É uma “ex-futura veterinária” e “ex-futura médica”, mas os sonhos nunca cumpridos acabaram por definir o seu percurso: “Tento sempre ter outra perspetiva das coisas. Gosto muito de fazer zoom out dos problemas e voltar a eles. Por outro lado, com uma atitude de aprendizagem e de experimentar coisas diferentes”, sublinha.

O dia-a-dia de uma televisão traz outros desafios, como a “urgência do direto”, que é “transversal a todas as áreas da organização”, por isso “quando me perguntam como é que foi o regresso, eu costumo dizer que não houve regresso, porque nós nunca fomos”, relata. “Há profissões que só se conseguem fazer com uma enorme paixão. Ser médico ou veterinário é uma delas, trabalhar em televisão e em desporto, é outra”, reafirma.

Na mesa do recrutador com Alexandra Sequeira Carvalho, diretora de RH da Sporttv - 24JUN20
Alexandra Sequeira, da Sport TVHugo Amaral/ECO

No escritório, tem um quadro onde estão descritos os projetos até ao final do ano, mas é a 18 de março que regressa para avaliar a mudança. A pandemia ajudou a acelerar processos, agilizar a comunicação, o trabalho em equipa e a inovação, e realçou a importância das lideranças. Num setor como o desporto, não é fácil recrutar, mas Alexandra acredita que a Sport TV continua a ser atrativa. “Temos a sorte de ter uma marca que é referência, que é muito aspiracional e onde muitas pessoas sonham trabalhar”, ressalva.

Alexandra é responsável pela gestão de 150 pessoas, mas não o faz sozinha. A cada quinze dias, há um barómetro que recolhe o feedback de cada um. Para o futuro, o objetivo é dar aos trabalhadores a “tranquilidade” que precisam para darem o seu melhor. “Precisamos das pessoas concentradas a 200%, o direto tem essa particularidade, não temos uma segunda tentativa”, conclui.

O que está na mesa do recrutador?

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Na mesa do recrutador: Alexandra Sequeira Carvalho, da Sport TV

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião