Apoio à retoma atrai 1.268 empresas em 15 dias. Lay-off simplificado tinha atraído quase o triplo

  • ECO
  • 15 Agosto 2020

O regime de apoio à retoma, conhecido como "sucedâneo" do lay-off simplificado, atraiu 1.268 empresas nos primeiros 15 dias. Em período idêntico, o lay-off simplificado tinha atraído quase o triplo.

O mecanismo de apoio à retoma progressiva teve 1.268 adesões nos primeiros 15 dias de vigência. A medida foi desenhada como sucessora do regime de lay-off simplificado, mas está a suscitar menos interesse no tecido empresarial português. Por exemplo, o lay-off simplificado atraiu 3.361 empresas nas primeiras duas semanas, quase o triplo, recorda este sábado o Público (acesso condicionado).

Citando dados do Ministério do Trabalho, o jornal indica também que o número de empresas que aderiram à retoma progressiva na primeira quinzena representam um universo de 11 mil trabalhadores, aproximadamente. É também uma redução significativa dos trabalhadores abrangidos pela redução horária de trabalho prevista no mecanismo, comparativamente ao apoio anterior.

Contas feitas, na sexta-feira, o número de empresas que tinham aderido ao apoio à retoma progressiva era de apenas 1,1% do total de 115 mil empresas que chegaram a aderir ao lay-off simplificado. Este último apoio entrou em vigor numa fase de maior paralisação da economia, pouco depois da declaração do estado de emergência e praticamente em cima do pico do surto no país.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Apoio à retoma atrai 1.268 empresas em 15 dias. Lay-off simplificado tinha atraído quase o triplo

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião