TAP já recebeu “cheque” de 499 milhões do Estado

Companhia aérea fechou, em julho, um acordo de financiamento com o Estado no montante de até 946 milhões de euros, mas que pode ser aumentado. Já recebeu metade desse valor.

A TAP já recebeu cerca de metade do financiamento que acordou com o Estado. Confirmando a informação avançada pelo Jornal Económico (acesso pago), a companhia aérea revelou ao mercado que já tem um “cheque” de quase 500 milhões de euros.

O Estado acordou com a companhia, a 17 de julho, a concessão de um empréstimo “no montante de até 946 milhões de euros”, ao qual “poderá acrescer um montante adicional de 254 milhões de euros”. Estes valores foram aprovados pela Comissão Europeia.

Agora, mês e meio depois, a TAP revela, em comunicado enviado à CMVM, que “na sequência dos desembolsos das tranches de acordo com o calendário que se encontra contratualmente previsto, já recebeu um montante total agregado de 499 milhões de euros ao abrigo do Contrato de Financiamento”

O anúncio ao mercado vem confirmar a informação do JE, que diz que este montante destina-se a fazer face à complicada situação de tesouraria devido aos efeitos da crise por causa da pandemia. Nomeadamente, servirá para pagar salários a trabalhadores e fazer pagamentos a fornecedores.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

TAP já recebeu “cheque” de 499 milhões do Estado

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião