Marques Mendes: “Governo não vai inscrever um único euro no OE para o Novo Banco”

Luís Marques Mendes considera a não divulgação da auditoria da Deloitte ao Novo Banco uma "pouca vergonha" e assegura que, no OE, não haverá "um único euro" para o banco liderado por António Ramalho.

O Governo não pretende canalizar “um único euro” do próximo Orçamento do Estado para o Fundo de Resolução do Novo Banco. A garantia foi dada esta noite por Luís Marques Mendes, no seu habitual comentário de domingo, na SIC.

“O fundo de resolução vai ter de se financiar sem ser no OE. O Governo não vai inscrever um único euro no OE com vista ao Novo Banco. Quem é que iria aprovar isso?”, assinalou o comentador.

Sobre a auditoria da Deloitte ao Novo Banco, Luís Marques Mendes refere ainda que a não divulgação do documento é uma manifestação de uma “cultura salarazenta, de enorme opacidade e secretismo. Acho isto uma pouca vergonha”, disse o comentador.

Combate à corrupção

A ministra da Justiça quer que os políticos que foram condenados deixem de poder candidatar-se em novas eleições, disse ainda esta noite Luís Marques Mendes.

De acordo com o comentador, que teve acesso à “Estratégia de combate à corrupção“, plano desenhado pela ministra da Justiça, Francisca Van Dunem propõe, entre outras coisas, que “os políticos condenados não possam ser candidatos a novas eleições”, intenção que Marques Mendes considera uma medida “corajosa e positiva”.

“Este plano pode surgir tardiamente, é muito genérico, mas as orientações essenciais vão numa boa direção”, assinala o comentador. Entre as medidas da estratégia estão ainda o fim dos megaprocessos e o “reforço da penalização das empresas e não apenas das pessoas individuais”.

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

Marques Mendes: “Governo não vai inscrever um único euro no OE para o Novo Banco”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião