Pestana transforma antiga cervejeira em condomínio de luxo no Funchal. Preços chegam ao milhão de euros

Grupo hoteleiro vai reabilitar uma antiga cervejaria no Funchal e transformá-la num condomínio fechado com 25 apartamentos. Preços começam nos 170.000 euros.

Não é só na hotelaria que o Grupo Pestana dá cartas. Depois de vários projetos residenciais, incluindo um empreendimento residencial nos Açores, a cadeia de Dionísio Pestana vai agora investir num condomínio fechado no Funchal, reabilitando, para isso, uma antiga fábrica de cerveja. O Fábrica Apartments & Lofts vai ter 25 apartamentos com áreas que podem ultrapassar os 350 metros quadrados.

“Era um prédio que estava no Grupo Pestana há mais de 20 anos”, começa por contar ao ECO Paulo Prada, administrador da cadeira hoteleira. Para este imóvel, localizado mesmo no centro do Funchal, foram pensadas várias possibilidades, incluindo um hotel. Mas a escolha acabou por recair sobre um projeto residencial. “Não há apartamentos novos a serem vendidos no centro do Funchal. Julgámos que era uma boa oportunidade e, por isso, lançámo-nos neste empreendimento”, diz o responsável.

“Vamos manter tudo o que é possível do ponto de vista do prédio e da arquitetura”, nota Paulo Prada, explicando que as fachadas serão mantidas dentro do possível, de forma a não se perder a essência da antiga fábrica de cerveja.

A Fábrica vai ter, assim, três lojas e 25 apartamentos de T1 a T4 duplex, com áreas entre os 66 e os 354 metros quadrados. Cada apartamento oferece aos futuros residentes entre um a três lugares de estacionamento e três dos imóveis já estão reservados. “Achamos que vai ser um sucesso tremendo. O projeto está no mercado há uma semana, ainda não fizemos publicidade, e já há manifestações de muito interesse”, diz Paulo Prada.

O administrador acredita que este será um projeto que atrairá “todo o tipo de cliente” pela sua centralidade, qualidade e, sobretudo, pelas “áreas generosíssimas”. “Embora sejam poucos apartamentos, têm um tipologia variada que atrai desde o indíviduo mais clássico ao mais alternativa”.

Para este projeto, que deverá ficar concluído dentro de um ano e meio, Paulo Prada adiantou que o valor dos apartamentos vai arrancar nos 170.000 euros e pode chegar ao milhão de euros, numa média de 2.500 euros o metro quadrado. O administrador do Pestana não quis adiantar o valor total do investimento na Fábrica, mas fontes do mercado imobiliário consultadas pelo ECO afirmaram que deverá ficar entre os sete e os oito milhões de euros.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Pestana transforma antiga cervejeira em condomínio de luxo no Funchal. Preços chegam ao milhão de euros

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião