Portugal regista 849 novos casos e mais 5 mortes por Covid-19

DGS detetou mais 849 casos de infeção pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, o número mais elevado desde 10 de abril. Morreram mais cinco pessoas.

À espera dos 1.000 casos diários na próxima semana, Portugal registou mais 849 infeções pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, o valor mais elevado desde 10 de abril. Trata-se de uma subida de 1,26% para um total de mais de 68 mil casos. A Direção-Geral da Saúde (DGS) adianta ainda que morreram mais cinco pessoas devido à doença de Covid-19, aumentando o total para 1.899 mortes desde o início da pandemia.

O primeiro-ministro revelou que a manter-se a tendência de crescimento do número de infeções, “seguramente na próxima semana chegaremos a 1.000 casos por dia”. E os últimos dados das autoridades de saúde apontam nesse sentido: há quatro dias que os novos casos estão a aumentar, sendo que o registo deste sábado (849 casos) é o mais elevado desde que no dia 10 de abril Portugal contabilizou 1.516 casos em 24 horas.

De acordo com o boletim epidemiológico deste sábado, mas referente às 24 horas desta sexta-feira, a região de Lisboa e Vale do Tejo detetou o maior número de novos casos: 439. Seguem a região Norte, com 288 casos.

Em relação ao número de mortes, as duas regiões invertem os papéis: o Norte contabilizou quatro vítimas mortais e Lisboa e Vale do Tejo apenas uma morte.

As outras regiões não registaram mortes e o número de novos casos também foi inferior: 66 casos diários na região Centro, 35 casos no Algarve, 16 casos no Alentejo e 5 casos na Madeira. Açores não contabilizou nenhum novo caso no último dia.

Há ainda 351 casos de infeção que foram recuperados, de acordo com a DGS.

Casos ativos superam 20.000

Na sequência destes números, os casos ativos voltaram a aumentar: são 20.722 as infeções que estão ativas neste momento.

A distribuição dos casos em internamento dá conta de uma subida de 32 casos de doentes que estão a ser tratados nos hospitais, um total de 497. Destes, 64 estão internados em unidades de cuidados intensivos, mais sete do que no dia anterior.

Mundo com mais de 30 milhões de casos

A pandemia do novo coronavírus já causou a morte a mais de 950 mil pessoas e infetou mais de 30,5 milhões em todo o mundo desde dezembro, segundo um balanço da agência AFP baseado em dados oficiais.

De acordo com o balanço da agência francesa de notícias, às 11h00 TMG (12h00 em Lisboa) deste sábado, já morreram pelo menos 953.025 pessoas e 30.556.040 foram infetadas em 196 países e territórios desde o início da epidemia de covid-19, em dezembro de 2019, na cidade chinesa de Wuhan.

Pelo menos 20.629.000 pessoas já foram consideradas curadas pelas autoridades de saúde.

(Notícia atualizada às 14h29)

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Portugal regista 849 novos casos e mais 5 mortes por Covid-19

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião