Governo quer construir duas novas pontes para Espanha

  • ECO
  • 28 Setembro 2020

O Governo quer aproveitar as subvenções a fundo perdido do Fundo de Recuperação e Resiliência (PRR) para construir duas novas pontes que ligarão a fronteira portuguesa a Espanha.

É um plano para oportunidades únicas“, resume o primeiro-ministro ao Público desta segunda-feira, um dia antes de apresentar o Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) ao lado da presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, na Fundação Champalimaud. Um dos objetivos do plano é fazer investimento para aumentar o potencial económico dos locais perto da fronteira com Espanha.

Para tal, o Governo propõe que se construa uma ponte entre Sanlucar de Guadiana e Alcoutim e outra sobre o Rio Sever (e está prevista a ligação Nisa — Ponte Internacional de Cedillo). Haverá ainda investimento na IC2 que liga Bragança a Puebla de Sanabria e noutra ligação para ligar Moraleja ao IC31 (Castelo Branco/Monfortinho). Da parte de Portugal, o investimento não ultrapassará os 102 milhões de euros.

O jornal adianta outras das medidas que vão constar no esboço do PRR que será entregue à Comissão Europeia até 15 de outubro: mais de 8.000 camas de cuidados integrados e paliativos, 1.250 milhões para garantir a habitação a 26 mil famílias, um elétrico rápido em Loures, um autocarro autónomo no Porto, onze novas estações de tratamentos de lamas, meios aéreos próprios e 9.100 quilómetros de faixas de gestão combustível.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Governo quer construir duas novas pontes para Espanha

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião