Volume de encomendas dos CTT dispara 26% no semestre com a pandemia

  • ECO
  • 8 Outubro 2020

Os CTT registaram no primeiro semestre um crescimento de 26,1% nos objetos transportados face a igual período de 2019. Entregou mais 2,6 milhões de objetos nesse período.

A pandemia continua a puxar pelo comércio eletrónico. A prova disso é o crescimento de 26,1% no volume de objetos transportados pelos CTT entre janeiro e julho. Foram mais 2,6 milhões de objetos, para um total de 12,4 milhões, indicou o grupo num comunicado.

Este número de encomendas abrange encomendas do segmento expresso, mas também encomendas na área de negócio do correio tradicional. No entanto, ajuda a explicar a subida de três pontos percentuais na quota de mercado dos CTT no negócio do “expresso e encomendas”, um crescimento “acima do mercado”, assegura o grupo postal.

A empresa presidida por João Bento não revela a quota de mercado em concreto. Mas já era sabido que esta área dos CTT tem vindo a crescer à boleia da alteração das tendências de consumo, algo que a empresa reconhece.

“Os CTT tinham já revelado, na divulgação dos resultados do primeiro semestre, que tinham atingido rendimentos operacionais em Portugal de 51,8 milhões de euros no final do primeiro semestre de 2020, o que representa um crescimento de 12,8% face ao período homólogo, confirmando-se que esta é uma das grandes alavancas de crescimento da empresa”, aponta na mesma nota.

Segundo dados semestrais divulgados pela Anacom, foram entregues 27,4 milhões de encomendas no primeiro semestre de 2020, um aumento de quase 20,8% face à primeira metade de 2019.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Volume de encomendas dos CTT dispara 26% no semestre com a pandemia

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião