Ministra Alexandra Leitão prefere que app de rastreio seja “facultativa” e não revela se já a instalou

  • ECO
  • 18 Outubro 2020

Alexandra Leitão explica que não estão previstos aumentos salariais para os funcionários públicos em 2021, mas admite que tal possa vir a mudar, com a negociação orçamental.

Ainda que não estejam previstos, por agora, aumentos salariais para os funcionários públicos em 2021, a ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública, Alexandra Leitão, admite que tal possa vir a mudar, tanto em sede de negociação suplementar com os sindicatos, como em sede de negociação orçamental. Em entrevista ao Jornal de Negócios e à Antena 1, a governante explica, por outro lado, que não podia defender a concretização da promessa de reforços remuneratórios de 1% por uma questão de solidariedade entre trabalhadores, numa altura em que a pandemia de coronavírus está a fazer tremer o mercado laboral.

Alexandra Leitão salienta também que no próximo ano quer cumprir a regra de uma entrada por cada saída na Função Pública para reforçar outros setores além da Saúde e assegura que vai lutar para que se inicie a discussão em torno da tabela remuneratória única, que tem ficado “distorcida”, dizem os sindicatos, com os aumentos não proporcionais dos últimos anos.

Sobre a app de rastreio StayAway Covid — cuja instalação o Governo pretende tornar de obrigatória –, a ministra diz preferir, pessoalmente, que a utilização de tal ferrramenta continue a ser facultativa e não revela se já a descarregou. Trata-se de uma questão do “foro pessoal e que não deve ser escrutinada publicamente por ninguém”, justifica.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Ministra Alexandra Leitão prefere que app de rastreio seja “facultativa” e não revela se já a instalou

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião