Há 1.949 novos casos de Covid-19. Portugal passa as 100 mil infeções desde o arranque da pandemia

  • ECO
  • 19 Outubro 2020

Nas últimas 24 horas foram identificados 1.949 novos casos de coronavírus em Portugal. O número total de pessoas infetadas sobe para 101.860.

A Direção-Geral da Saúde (DGS) identificou 1.949 novos casos de infeção por coronavírus, elevando para 101.860 o número de infetados desde o início da pandemia. O número total de vítimas mortais subiu para 2.198, após terem sido registadas mais 17 mortes nas últimas 24 horas.

Do número total de infetados, a esmagadora maioria está a fazer o tratamento em casa, sendo que apenas 1.174 (+88) estão internados em unidades hospitalares, dos quais 165 (+10) nos cuidados intensivos. Há mais de 55 mil pessoas sob vigilância das autoridades de saúde.

Desde que foi detetado em Portugal, no início de março, já se contam 59.996 pessoas recuperadas, 966 das quais nas últimas 24 horas.

Boletim epidemiológico de 19 de outubro

Como se tem observado nos últimos dias, a região de Lisboa e Vale do Tejo concentra a maioria das novas infeções. Dos 1.949 novos casos registados nas últimas 24 horas, 749 foram nesta região: 40,36% do total do país.

Lisboa é a região com mais casos registados até ao momento (48.161 casos de infeção e 884 mortes), à frente do Norte (40.436 casos e 971 mortes), do Centro (8.347 casos e 279 mortes), do Algarve (2.231 casos e 22 mortes) e do Alentejo (2.026 casos e 27 mortes). Nas ilhas, os Açores registam 325 casos e 15 mortos, enquanto a Madeira tem 334 pessoas infetadas.

Desde o início da pandemia já foram realizados mais de três milhões de testes ao coronavírus, anunciou o secretário de Estado Adjunto da Saúde esta segunda-feira, durante a conferência de imprensa desta segunda-feira. Há atualmente mais de 798 camas nos cuidados intensivos, dais quais 250 estão ligadas ao Covid-19.

“É com a serenidade de sempre que continuamos a dizer que o Serviço Nacional de Saúde, apesar das dificuldades e sobrecarga que este momento representa, está preparado para continuar a dar respostas“, acrescentou António Lacerda Sales.

O secretário de Estado deixou ainda uma mensagem aos portugueses, dizendo que “continua a ser preciso responsabilidade no que é a nossa ação individual na minimização do risco coletivo”. “O cansaço de todos é legítimo, mas não pode legitimar o nosso fracasso. Continuamos a depender de todos e de cada um e o nosso sucesso é o sucesso de Portugal”, afirmou.

(Notícia atualizada às 14h28 com mais informação)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Há 1.949 novos casos de Covid-19. Portugal passa as 100 mil infeções desde o arranque da pandemia

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião