Os números da pole position de Lewis Hamilton

  • Jorge Girão
  • 24 Outubro 2020

Hamilton parte da pole position, sendo o grande favorito ao triunfo no Grande Prémio de Portugal. Se vencer, num dia que promete chuva, passará a ser o piloto com maior número de vitórias da F1.

Lewis Hamilton conquistou a pole position para edição deste ano do Grande Prémio de Portugal, sua 97ª na Fórmula 1, surpreendendo Valtteri Bottas, o seu colega de equipa, que dominara até então todo o evento.

O traçado do Autódromo Internacional do Algarve tem um perímetro de 4,653 quilómetros, ao longo dos quais tem 15 curvas e uma reta de 969 metros, a maior.

Este foi o palco onde este sábado os 20 pilotos que compõem o plantel do Campeonato do Mundo de Fórmula 1 se digladiaram para garantirem a melhor posição possível na grelha de partida e, no final do dia, foi Hamilton que se impôs.

O inglês da Mercedes, apesar das 15 curvas, algumas delas negociadas a menos de 150Km/h, garantiu a pole position com a marca de 1m 16,652s, o que lhe permitiu ostentar uma impressionante velocidade média de 218,530 Km/h. Na reta da meta, onde são registadas as velocidades mais elevadas na pista algarvia, atingiu 327 Km/h, antes de se empenhar na primeira curva, realizada a fundo, mas nem sequer foi o melhor neste exercício, tendo sido Carlos Sainz, em McLaren Mercedes, quem assinou a velocidade mais elevada – 330 Km/h.

O líder do Campeonato de Pilotos deixou o seu colega de equipa a 0,102s, o que significa que, se os dois iniciassem as respetivas voltas ao mesmo tempo, Bottas estaria 6,18 m atrás de Hamilton, quando este cruzou a linha de meta. Uma diferença quase negligenciável no dia-a-dia, mas que na Fórmula 1 faz toda a diferença.

A pequena diferença entre os dois não terá sido fácil de digerir pelo finlandês, que tinha sido o mais rápido em todas as sessões de treinos livres, três, e nos dois primeiros segmentos da qualificação – está dividida em três – parecendo ter um ascendente sobre Hamilton.

Contudo, quando contou, foi o Campeão do Mundo que se impôs relegando o seu colega de equipa para segundo.

A corrida de domingo, com início previsto para as 13h10, será composta por 66 voltas, o que totaliza 306,826 quilómetros de distância que deverão ser cobertos em cerca de hora e meia, caso o Safety Car não intervenha.

Porém, existe a possibilidade de a chuva visitar o Autódromo Internacional do Algarve na tarde de domingo, o que alterará os dados do jogo. Ainda assim, Lewis Hamilton parte como o grande favorito ao triunfo no Grande Prémio de Portugal de 2020, o que, a concretizar-se, torná-lo-á no mais vitorioso piloto da história da Fórmula 1, com 92 vitórias contra 91 de Michael Schumacher.

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

Os números da pole position de Lewis Hamilton

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião