Victoria e Sigma lançam seguro para hóspedes de hóteis e alojamentos locais

  • ECO Seguros
  • 27 Outubro 2020

O novo produto a apresentar aos hóspedes é aceite sem limite de idade, sem qualquer tipo de exclusões por pré-existências, tipos de doença ou acidentes.

A Victoria Seguros, companhia francesa que está há 90 anos em Portugal, anunciou hoje o lançamento do novo seguro Inn Health, uma parceria com o Grupo Sigma, Consultores de Seguros, sociedade de mediação especialista em seguros de saúde, com a qual a Victoria já implementou várias soluções de saúde.

O novo produto é um seguro de saúde destinado a todos os estabelecimentos de hotelaria como hotéis, alojamento local e afins e é colocada à disposição dos hóspedes uma cobertura para o tempo da sua estadia.

Ativado através de um click ou telefonema, permite médico online 24/7 através de chamada ou vídeo-consulta com médicos de Clínica Geral e Familiar, prescrições Médicas para medicamentos e exames, subsídio diário por Internamento Hospitalar e cartão de Saúde Virtual para acesso a preços convencionados na rede de prestadores Future Health Care.

O Hotel ou Alojamento poderá disponibilizar este seguro a todos os seus clientes, sem limite de idade, sem qualquer tipo de exclusões por pré-existências, tipos de doença ou acidentes.

Ana Aragão, diretora técnica de saúde da Victoria Seguros refere que com este seguro “os turistas nacionais e estrangeiros podem sentir-se mais seguros e confortáveis com o acesso a um seguro que lhes disponibiliza consultas médicas online sem custos e sem restrições, bem como uma vasta rede de prestadores de saúde a preços convencionados”. Já João Paulo Simões, Senior Partner & General Manager do Grupo Sigma, releva que “é um seguro simples, muito vantajoso e adaptável, uma solução de claro valor acrescentado para captar e fidelizar clientes”.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Victoria e Sigma lançam seguro para hóspedes de hóteis e alojamentos locais

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião