França avança para confinamento parcial por causa da pandemia

  • ECO
  • 28 Outubro 2020

Os estabelecimentos comerciais vão encerrar a partir de sexta-feira. Restaurantes e bares também têm de fechar, enquanto as escolas vão manter-se abertas.

França vai voltar a confinar por causa da pandemia. Emmanuel Macron vai impor em França um confinamento parcial, medida adotada depois do forte aumento de novos casos de contágio nas últimas semanas.

Num discurso feito a partir do Palácio do Eliseu, Macron revelou que a partir desta sexta-feira, 30 de outubro, os franceses vão ser proibidos de circular entre regiões.

Os franceses vão poder sair de casa para trabalhar, prestar assistência familiar, ir a uma consulta médica ou mesmo para praticar exercício, mas devem procurar ficar nos seus lares para travar a propagação do vírus. Ficam proibidos ajuntamentos fora do âmbito familiar.

Para desincentivar a saída à rua, os estabelecimentos comerciais vão encerrar. Restaurantes e bares também têm de fechar, enquanto as escolas vão manter-se abertas.

Macron opta, assim, por medidas semelhantes àquelas que Angela Merkel se prepara para oficializar na Alemanha, isto numa atura em que a segunda vaga da pandemia está a fazer disparar o número de infeções e a aumentar a pressão sobre os sistemas nacionais de saúde.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

França avança para confinamento parcial por causa da pandemia

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião