5 coisas que vão marcar o dia

O Banco de Portugal atualiza hoje as estatísticas da dívida pública referentes a setembro. Mas é sobre a pandemia que se debruçarão grande parte das atenções dos portugueses.

O Governo já apresentou novas medidas para controlar a pandemia, mas os números de infeções pelo novo coronavírus continuará a centrar atenções dos portugueses. Além da Covid-19, também o OE 2021 volta a estar em destaque, desta vez com a audição dos ministros da Defesa e do Ambiente. Isto no dia em que serão conhecidos novos dados sobre a evolução da dívida pública.

Marcelo e Costa discutem Estado de Emergência

A pandemia de Covid-19 continua a evoluir de forma desfavorável em Portugal, forçando o Governo a apresentar novas medidas de controlo da crise sanitária. O chefe de Estado, Marcelo Rebelo de Sousa, vai receber o primeiro-ministro esta segunda-feira de manhã e, ao longo do dia, os nove partidos com assento parlamentar. António Costa será recebido pelo Presidente da República às 10h30 no Palácio de Belém, em Lisboa.

Ministros ouvidos no Parlamento sobre OE

Continuam as audições a membros do Governo na Assembleia da República, na sequência da apresentação da proposta de Orçamento do Estado (OE) para 2021. Esta segunda-feria é a vez de a Comissão de Orçamento e Finanças questionar o ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho, bem como o ministro do Ambiente e da Ação Climática, João Pedro Matos Fernandes. Cravinho é ouvido às 9h00, Matos Fernandes é o ouvido às 16h00.

Dívida pública pode atingir novo recorde

É dia de saber a evolução da dívida pública no mês de setembro. Em agosto, o Banco de Portugal revelou que o endividamento do Estado situava-se, então, em 267,1 mil milhões de euros, um aumento de 2,4 mil milhões de euros face a julho. O supervisor liderado por Mário Centeno justificou a subida com as emissões de títulos de dívida no valor de 2,6 mil milhões de euros em resultado da necessidade de gastos adicionais para responder à pandemia.

Mais créditos para a compra de casa?

O Banco de Portugal atualiza as taxas de juro de novas operações de empréstimos e depósitos. Ao mesmo tempo, são conhecidos os montantes dos novos financiamentos, sendo relevante a evolução da concessão de empréstimos para a compra de casa em setembro. Em agosto, maior parte do dinheiro emprestado pela banca às famílias foi para a compra de habitação, num total de 854 milhões de euros, numa altura em que muitas famílias estão a beneficiar das moratórias.

Indústria continua a recuperar?

O Instituto Nacional de Estatística (INE) vai revelar o Índice de Produção Industrial, referente a setembro. Depois de a produção industrial ter aumentado 3% em agosto em termos homólogos, e recuperado 11,8 pontos percentuais em relação ao mês de julho, será importante perceber a evolução registada no nono mês do ano.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

5 coisas que vão marcar o dia

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião