Mota-Engil dispara 15% com negócio da China. Lisboa acompanha Europa

A construtora concentrou atenções em Lisboa depois de ter assinado um contrato para vender 23% do capital da Mota-Engil à China Communications Construction Company. Títulos dispararam 14,55%.

As bolsas europeias encerraram a última sessão da semana com o “pé direito” e a praça nacional não fugiu ao otimismo vivido no Velho Continente. Em Lisboa, a “estrela” foi a Mota-Engil, cujos títulos dispararam 14,55%, depois de ter anunciado ao mercado que assinou o contrato para a venda de 23% do capital da construtora aos chineses da China Communications Construction Company (CCCC).

O PSI-20, principal índice português, avançou 0,97% para 4.651,820 pontos, com 15 das 17 cotadas em terreno positivo e apenas duas no “vermelho”. A “estrela da sessão” desta sexta-feira foi a Mota-Engil, cujos títulos tiveram a maior valorização do índice de referência nacional.

As ações da construtora liderada por Gonçalo Moura Martins dispararam 14,55% para os 1,7160 euros, o valor mais elevado desde o final de agosto. Esta forte valorização acontece no dia em que a empresa portuguesa comunicou à Comissão do Mercados de Valores Mobiliários (CMVM) que assinou o contrato para a venda de 23% do capital da empresa à CCCC, num negócio avaliado em 169,4 milhões de euros.

As duas partes já tinham anunciado o negócio em agosto passado, mas só agora o acordo de parceria estratégica e de investimento ficou fechado, sendo que a sua efetividade ainda se encontra “dependente da verificação de várias condições precedentes, de índole legal e contratual”.

Mota-Engil dispara com entrada da CCCC

A puxar pelo índice de referência nacional estiveram ainda a Nos e as cotadas ligadas ao setor energético. A operadora de telecomunicações avançou 2,56% para os 3,20 euros, já no setor energético as maiores subidas foram registadas no grupo EDP. A “casa-mãe” ganhou 1,55% para os 4,60 euros, enquanto a EDP Renováveis somou 0,92% para os 17,46 euros.

Ao mesmo tempo, a REN valorizou 0,65% para os 2,315 euros, já a Galp Energia somou 0,61% para os 9,5580 euros por ação, num dia misto nas cotações de petróleo nos mercados internacionais. O Brent, de referência europeia, soma 0,4% para os 47,99 dólares, em contrapartida o WTI cede 0,83% para os 45,33 os dólares, em Nova Iorque.

Em contraciclo, a evitar subidas mais expressivas do PSI-20 estiveram as ações do BCP, que desvalorizaram 1,35% para os 11,72 cêntimos. Lisboa acompanha, assim, a tendência positiva que se observa no resto da Europa, com o Stoxx 600 a avançar 0,4%, a par com o alemão DAX, já o o francês CAC-40 ganhou 0,6%, o britânico FTSE 100 subiu 0,2% e o espanhol Ibex–35 subiu 1,1%.

(Notícia atualizada às 17h07)

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Mota-Engil dispara 15% com negócio da China. Lisboa acompanha Europa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião