Novo Banco confia que o Fundo de Resolução vai fazer a injeção

Banco liderado por António Ramalho diz que "cumpriu, e continua a cumprir, os seus compromissos". Por isso, apesar do travão no Parlamento, acredita que o Fundo de Resolução fará o mesmo.

O Novo Banco diz que “cumpriu, e continua a cumprir, os seus compromissos”. Neste sentido, o banco liderado por António Ramalho acredita que apesar do travão às transferências aprovado no Parlamento, o Fundo de Resolução também vai cumprir os seus, ou seja, que acabará por realizar a injeção necessária em 2021.

O “banco cumpriu, e continua a cumprir, os seus compromissos. Adicionalmente, com base nos últimos três anos de cumprimento das suas obrigações de pagamento pelo Fundo de Resolução, o Banco confia que o Fundo de Resolução continuará a fazê-lo”, diz o Novo Banco em comunicado enviado à CMVM.

É desta forma que a instituição reage à aprovação no Parlamento de uma proposta de alteração ao Orçamento do Estado para 2021 do Bloco de Esquerda, com apoio do PSD, que impede quaisquer transferências de valores para o Novo Banco. Recorde-se que António Ramalho considerou este travão de um “percalço”.

A confiança do Novo Banco em como o Fundo de Resolução acabará por fazer a transferência do montante que venha a ser considerado necessário para repor os rácios de capital do banco — utilizando os cerca de 900 milhões de euros ainda disponíveis no mecanismo de capital contingente — assenta nas palavras de António Costa.

O Novo Banco invoca “a declaração do primeiro-ministro português à Presidente do BCE onde garantiu ‘o escrupuloso cumprimento dos compromissos assumidos no quadro da venda do Novo Banco’”.

Costa fez uma publicação no Twitter após a aprovação do Orçamento do Estado em que revelou que ligou a Christine Lagarde. Nesse contacto, segundo o primeiro-ministro, disse à presidente do BCE que “Portugal é um Estado de direito que cumpre as suas obrigações contratuais”, e que assumirá os compromissos assumidos aquando da venda do banco à Lone Star.

(Notícia em atualização)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Novo Banco confia que o Fundo de Resolução vai fazer a injeção

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião