Google Trends: Sabe qual foi a música mais ouvida em 2020 no Spotify?

  • Tiago Lopes
  • 5 Dezembro 2020

A Spotify divulgou a lista das músicas mais ouvidas em 2020. Lá fora, Obama vai tomar a vacina contra a Covid-19 em direto na televisão. Nos negócios, Warner Bros. chega ao streaming em 2021.

Na semana passada os portugueses quiseram saber o que mais se ouviu em Portugal e no mundo na plataforma de música Spotify, tendo sido o assunto mais pesquisado no Google.

O anúncio da estrela de Hollywood, conhecida pelo papel que teve no filme Juno, foi outro dos temas que ganhou destaque. Page recorreu ao Twitter para dizer que passará a ser conhecida simplesmente como Elliot.

Num ano atípico, todas as semanas surge no top dos temas mais pesquisados assuntos relacionados com a pandemia do novo coronavírus. Esta semana não foi exceção e soube-se que a diretora geral da Direção-Geral de Saúde, Graça Freitas, está infetada. No entanto, nem tudo são más notícias. Na mesma semana a DGS apresentou o plano de vacinação contra a Covid-19.

Cá dentro

A Spotify divulgou na semana que passou as músicas mais ouvidas no ano de 2020, num ano em que houve uma transformação profunda na plataforma de música devido à pandemia. Este tema foi o mais pesquisado no Google pelos portugueses.

Na já tradicional lista “Spotify Wrapped”, que a plataforma lança todos os anos, os portugueses ficaram a saber o que foi mais ouvido em Portugal e além-fronteiras.

Em território nacional a música “Blinding Lights”, dos The Weeknd, foi a mais ouvida que, aliás, lidera também o top internacional das músicas que mais vezes tocaram no Spotify, contabilizando 1,69 mil milhões de visualizações na plataforma de música.

O top 3 das músicas mais ouvidas em Portugal completa-se com a música “menina solta” de Giulia Be, seguido da música “The Box”, do artista Roddy Ricch.

“O meu nome é Elliot”. Foi assim que a estrela do filme Juno anunciou nas redes sociais que é transgénero. Até então conhecida como Ellen Page, a estrela de Hollywood nomeada a um óscar pelo seu trabalho no filme Juno anunciou, numa publicação no Twitter, que passa agora a ser conhecia como Elliot.

“Quero partilhar convosco que sou trans, os meus pronomes são ele/eles e o meu nome é Elliot”, começou por escrever o ator, de 33 anos. “Não dá para exprimir o quão incrível é sentir que me amo o suficiente para perseguir o meu eu autêntico. Sinto-me afortunado por estar a escrever isto. Por estar aqui. Ter chegado a este ponto na minha vida.”

Outra das notícias que levou a muitas pesquisas por parte dos portugueses foi o anúncio de que a responsável pela autoridade nacional de Saúde testou positivo ao novo coronavírus. A diretora geral da Direção-Geral de Saúde (DGS), Graça Freitas, confirmou que foi contagiada, tendo testado positivo para o novo coronavírus após contacto com uma pessoa que estava contaminada, apresentando sintomas ligeiros.

Em comunicado, a DGS confirmou a notícia que informou que Graça Freitas estava com sintomas ligeiros e que foi colocada em isolamento.

No seguimento desta notícia, também Marta Temido e o secretário de Estado Lacerda Sales fizeram o teste, mas o resultado foi negativo. Tudo isto numa semana em que a DGS apresentou o plano de vacinação contra a Covid-19 e revelou que o pico da segunda vaga da pandemia ocorreu no dia 25 de novembro.

A notícia da morte de Eduardo Lourenço fecha o top das notícias mais pesquisadas no Google em Portugal na semana passada

O ensaísta Eduardo Lourenço, de 97 anos, morreu na passada terça-feira em Lisboa. Professor, filósofo, escritor, crítico literário, ensaísta, interventor cívico, várias vezes galardoado e distinguido, Eduardo Lourenço foi um dos pensadores mais proeminentes da cultura portuguesa e era, desde 2016, um dos 19 conselheiros de Estado do presidente Marcelo Rebelo de Sousa.

“Tendo vivido durante décadas em França, e sendo estruturalmente francófilo, poucos foram os ‘estrangeirados’ tão obsessivos na sua relação com os temas portugueses, com a cultura, identidade e mitologias portuguesas, com todos os seus bloqueios, mudanças e impasses”, escreveu Marcelo Rebelo de Sousa numa nota publicada no site da Presidência

Lá fora

  • Bush, Obama e Clinton vão receber vacina na televisão. A vacina contra a Covid-19 está mais perto de chegar ao mercado. Nos Estados Unidos, o ex-Presidente Barack Obama disse que poderá receber a vacina em direto para a televisão se isso aumentar a confiança da população em relação à segurança da vacina. “Se calhar vou levá-la em direto na TV ou filmar o momento, para que as pessoas percebam que confio na ciência. No que não acredito é em apanhar Covid”, disse Obama à rádio SiriusXM.
  • Bolsonaro pede banhos rápidos. O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, imitou um pedido de Chávez na Venezuela e disse aos brasileiros para tomarem banho mais rápido de forma a economizar energia. “Evite desperdícios e tome banho um pouco mais rápido”, disse Bolsonaro numa altura em que os preços no Brasil estão a disparar.
  • “Concurso de lançamento de ovos”. Milhares de britânicos estão a organizar-se nas redes sociais para participar no concurso de lançamento de ovos contra a estátua de Margaret Thatcher. A ação foi convocada no Twitter depois de conhecido que a assembleia municipal de Grantham vai pagar cerca de 110 mil euros pela estátua, o que rapidamente gerou indignação tendo em conta a crise que se vive atualmente como consequência da pandemia.

Nos negócios

  • Air France recebe empréstimo. França fez um empréstimo de 7 mil milhões de euros à Air France uma vez que “o turismo e o transporte aéreo são “os setores mais severamente atingidos pela crise”, disse o ministro da Economia e Finanças francês, Bruno Le Maire. De acordo com o ministro o valor pode não ser suficiente e terá de ser emprestado mais dinheiro no futuro para garantir a viabilidade da companhia aérea.
  • Ação popular exige indemnização da Mastercard. Uma associação de defesa de consumidores liderada pela ex-eurodeputada Ana Gomes entregou no Tribunal da Concorrência uma ação que pretende indemnizar os consumidores portugueses por práticas lesivas da Mastercard, num valor superior a 400 milhões de euros.
  • Warner Bros. chega ao streaming em 2021. A plataforma HBO Max anunciou que a partir de 2021 todos os filmes vão estrear-se em simultâneo nas salas de cinema e na plataforma de streaming HBO Max. A notícia foi avançada na edição da Web Summit deste ano, que pela primeira vez foi transmitida somente online, devido à pandemia do novo coronavírus. “Vivemos uma altura sem precedentes que pede soluções criativas, incluindo esta nova iniciativa do grupo Warner Bros. Pictures. Ninguém mais do que nós quer os filmes de volta ao grande ecrã. Sabemos que as novidades são a vida da exibição em sala, mas temos de balançar isso com a realidade de que a maioria dos cinemas nos Estados Unidos irá continuar a funcionar em 2021 com plateias reduzidas”, referiu a diretora executiva da Warner Media, Ann Sanoff.

Nota: A Google Trends é uma rubrica semanal, publicada aos fins de semana, que resume os temas mais populares da internet com base na ferramenta homónima da Google. É assinada pelo jornalista do ECO Tiago Lopes.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Google Trends: Sabe qual foi a música mais ouvida em 2020 no Spotify?

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião