Abreu Advogados distingue dois estudantes com prémio “Law and Technology Award”

Na 3.ª edição do prémio "Law and Technology Award", promovido pela Abreu Advogados, Daniel Vieira Lourenço e Matilde Bettencourt foram os grandes vencedores. Cada um recebe 500 euros de congratulação.

Daniel Vieira Lourenço e Matilde Bettencourt, estudantes de mestrado da Universidade de Lisboa e Universidade Nova, respetivamente, foram os vencedores da terceira edição do prémio “Law and Technology Award” da Abreu Advogados. Este concurso pretende incentivar o interesse dos estudantes pela relação entre direito e tecnologia.

O trabalho de Daniel Vieira Lourenço, estudante de Direito e Ciência Jurídica na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, versou sobre ao tema dos veículos autónomos, que considera ser um dos maiores problemas que a sociedade encontrará num futuro próximo”.

Matilde Bettencourt, estudante de Direito e Tecnologia na Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa, debruçou-se no seu trabalho sobre a privacidade e “comoditização” de dados pessoais. A vencedora recordou a questão dos contratos de consentimento. “Com o processo de evolução tecnológica em marcha, somos, hoje, cada vez mais confrontados com contratos digitais. Contratos esses que são celebrados com o nosso consentimento, mas sem a consciência da existência de uma proposta negocial, a que muitas vezes, aderimos mediante a nossa aceitação”, refere.

“É com grande satisfação que vemos que, ao fim de três edições, continuamos a ser surpreendidos por estudantes cheios de talento e com um pensamento disruptivo na área do Direito e da tecnologia. Este é, desde o início, o propósito deste prémio, encontrar jovens talentos e dotar as nossas equipas de pessoas capazes de responder aos desafios atuais, numa era tecnológica, em constante transformação”, explica Luís Barreto Xavier, consultor para a inovação da Abreu Advogados e membro do júri do concurso, juntamente com Armando Martins Ferreira e Ricardo Henriques, sócios da Abreu Advogados.

Da esquerda para a direita: Ricardo Henriques, sócio da Abreu Advogados, Daniel Vieira Lourenço e Matilde Bettencourt, vencedores do prémio, Luís Barreto Xavier, consultor para a inovação da Abreu Advogados, e Armando Martins Ferreira, sócio da Abreu Advogados.

Na sequência desta vitória, Matilde Bettencourt vai integrar, no próximo ano, o programa de estágios da Abreu Advogados e ambos os vencedores recebem um prémio monetário no valor de 500 euros.

O repto do concurso foi lançado aos finalistas da licenciatura em direito e licenciados que frequentam mestrado ou LL.M. e os participantes tiveram que submeter à apreciação de um trabalho que responde-se a uma de três questões colocadas.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Abreu Advogados distingue dois estudantes com prémio “Law and Technology Award”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião